Adicionar à minha lista

Torta de tomate e cebola caramelizada

Ana Bacellar

Outra receita querida, que eu adoro. Fez parte de uma das minhas primeiras aulas no Atelier Gourmand, acho que ainda em 1999, um jantar vegetariano de verão. Os alunos gostaram tanto que, foi uma das minhas escolhas pro livro “70 Chefs”, lançado pra comemorar um ano da escola.

É cozinha rústica total, das mais lindas, despretensiosas, saborosas, perfumadas e cheias de sentimento.

A massa fica verde pela salsinha, que vai pro liquidificador com a farinha e vira um pó esverdeado, que também dá gosto, e não só a cor. Na hora em que o pó vai pra tigela, até parece que o verde não vai dar em nada, mas quando a gema entra na massa tudo muda, a cor desperta.

O recheio surpreende, mescla texturas e adocicados diferentes, o caramelizado da cebola, a leve acidez do tomate, o frescor do manjericão e ainda o salgadinho do queijo.

O vinho do Porto deixa a cebola ainda mais docinha e gostosa, mas com vinho tinto também fica bom.

Vale como entrada ou prato com uma salada, mas também pode ser um acompanhamento de grelhado.

Ingredientes

Massa

  • 1 e ½ xícara (chá) de farinha de trigo (180 g)
  • 1 xícara (chá) de folhas e ramos não muito grossos, lavadas e bem secos de salsinha (1/2 maço)
  • 1 colher (chá) de sal
  • 100 g de manteiga gelada em cubinhos
  • 1 gema

Recheio

  • 25 g de manteiga
  • 2 cebolas grandes em fatias bem finas (360 g)
  • ¼ de xícara (chá) de vinho do Porto ou tinto (60 ml)
  • 1 colher (sopa) de açúcar (15 g)
  • 20 tomatinhos adocicados (225 g)
  • ¼ de xícara (chá) de parmesão ou outro queijo firme ralado grosso (25 g)
  • 2 colheres (sopa) de folhas manjericão (2 ramos)
  • Azeite de oliva
  • Sal
  • Pimenta-do-reino

Preparo

Massa – bata a farinha e a salsinha no liquidificador ou processador até conseguir um pó esverdeado. Passe pra uma tigela, junte o sal e a manteiga e esfarele com a ponta dos dedos até obter uma farofa.

Acrescente a gema e trabalhe até conseguir uma bola macia e que se solte das mãos (junte 1 ou 2 colheres de sopa de água gelada se estiver muito seca, ou um pouquinho de farinha se continuar pegajosa).

Embrulhe em filme plástico e leve à geladeira por 30min, ou por até 2 dias.

Recheio – derreta a manteiga e um fio de azeite numa frigideira média e junte a cebola e 1 colher (chá) de sal. Misture até murchar e, mexendo de vez em quando, mantenha em fogo médio por uns 10min, até que as fatias estejam macias. Junte o vinho, o açúcar, pimenta e deixe no fogo por mais uns 5min, até que a cebola esteja dourada e levemente caramelizada. Acerte o sal e a pimenta, passe pra uma tigela e deixe esfriar.

Corte os tomates ao meio, reserve.

Separe uma assadeira média.

Corte um quadrado de uns 30 cm de papel manteiga. Retire a massa da geladeira, coloque sobre o papel e, com um rolo, abra um disco de uns 30 cm de diâmetro e uns 3 mm de espessura, como uma casca de banana.

Espalhe a cebola no centro do disco, sempre mantendo uma borda livre de uns 4 cm em toda a volta.

Espalhe as folhinhas rasgadas do manjericão e o queijo sobre a cebola e cubra com os tomates, deixando as faces cortadas pra cima. Polvilhe os tomates com sal e pimenta e regue com um fio de azeite.

Dobre a borda livre da massa pra dentro e, assim, forme a lateral e dê formato à torta.

Com cuidado, transfira a torta com o papel pra assadeira e leve à geladeira por 15min, enquanto o forno aquece a 180ºC (médio-alto).

Asse por a torta por uns 35min, até que a massa esteja crocante e o recheio firme e bem dourado. Deixe amornar por 10min, transfira pra um prato e sirva com salada ou com grelhados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *