Adicionar à minha lista

Tirinhas de berinjela em conserva

Ana Bacellar

Em meados dos anos 1980, fui com o meu marido passar o final de semana na chácara de uma amiga dele de faculdade. A mãe dela, D. Anna, era aquela senhora italiana que cozinhava magnificamente, que só pensava em preparar receitas deliciosas pra agradar quem passasse por perto, e isso acontecia quase que o tempo todo.

Como o grupo de amigos era grande, todos se conheciam há bastante tempo e eu era meio que peixe fora d´água, passei o final de semana na cozinha com ela e nunca me esqueci daqueles momentos.

Eram massas frescas com molhos caprichados, pizzas sensacionais, sardellas e mmmmuuuiittaasss receitas com tomates e berinjelas. Ela logo percebeu que adoro berinjela e montou um “festival da berinjela” com cinco receitas, quatro pra antepasto e uma pra prato principal. Anotei tudinho e, apesar de ter gostado de todas, incorporei três delas ao meu dia a dia. Há uns anos, a Anna, filha da D. Anna, esteve na minha casa, contei que sempre fazia três receitas da mãe dela, mostrei as anotações num dos meus cadernos e ela demorou pra acreditar de tão feliz.
Aqui vai uma delas, deliciosa com uma fatia de pão de miolo denso e casca crocante.

Como precisa de umas 12h de descanso na geladeira, mas pode ser preparada com até 1 semana de antecedência, é perfeita pra receber. Acredite que não é exagero preparar a receita com quatro berinjelas, já que elas diminuem tanto, mas tanto, e são tão boas que não vale a pena fazer uma receita menor.

A receita é muito simples, nem ao fogo vai e leva poucos ingredientes. Na verdade, a berinjela “cozinha” no vinagre com sal e murcha. Como alho, azeitona, pimenta e ervas dependem muito do gosto de cada um, as quantidades são apenas sugestões, quer dizer, se na sua casa todos amam alho, capriche, e se detestam pimenta, simplesmente deixe o picante de lado. Normalmente, o sal colocado no início é bastante pra deixar a receita apetitosa, mas experimente sempre antes de servir.

Ingredientes

  • 4 berinjelas grandes em tirinhas bem finas
  • 1/2 xícara (chá) de vinagre de vinho branco (120 ml)
  • 1 colher (chá) de sal
  • 2 pimentas vermelhas dedo-de-moça bem picadinhas
  • 2 dentes de alho picadinhos
  • 8 colheres (sopa) de salsinha e cebolinha picadas (8 ramos)
  • 1/2 xícara (chá) de azeitonas verdes picadas (60 g)
  • 1/2 xícara (chá) de azeite de oliva (120 ml)

Preparo

De véspera, coloque as tirinhas de berinjela numa tigela, polvilhe com o sal e regue com o vinagre. Cubra com filme plástico e leve à geladeira pra repousar de 8 a 12h.

Em seguida, esprema as tirinhas com a palma da mão com bastante força pra descartar o máximo possível de líquido.

Coloque as tirinhas numa outra tigela, junte a pimenta, o alho, as ervas, a azeitona e regue com o azeite. Deixe descansar por pelo menos mais 6h antes de servir. Guarde por até 1 semana na geladeira e sirva com pão.

13 Comentários

  1. 1
  2. 2
  3. 4
  4. 6
  5. 8

    Bom , Helo adorei a sua receita sou uma ficcionada em berinjela gosto de dela de todas as maneiras , mas na prixima vez que fizer vou fazer sem cascas.Acho que deve ficar mais saboras! Por favor nos agracie com as outras receitas

  6. 10
    • 11

      Oi, Luiza! Com certeza foi a berinjela, às vezes as feiras, sacolões e supermercados revendem berinjelas que até ainda estão firmes por fora, mas não são novas, ficando mais duras e amargas. Dica: tente comprar berinjelas bem firmes e cascas brilhantes. A receita é deliciosa, um clássico do sul da Itália! Bj

  7. 12

    Boa noite! Essa receita pode ser envasada, fervida e armazenada como compotas? Ou seja, será que após esse processo, que também é utilizado para doces, a validade pode ser prolongada? Muito grata por compartilhar seus conhecimentos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *