Adicionar à minha lista

Soufflé de framboesa

Ana Bacellar

Framboesas são lindas de morrer, saborosas, perfumadas, com um azedinho doce delicioso, enfim, apaixonantes. Por aqui, framboesas frescas ainda custam bbeeemmm caro, mas com as congeladas o custo despenca e fica viável preparar receitas com essas frutinhas incríveis.

Além de muito gostoso e com aquela cor rosada que é bonita demais, de uma delicadeza encantadora, essa sobremesa sempre agrada e ainda provoca o uau que os soufflé são os campeões em causa.

A receita não é difícil, basta respeitar algumas técnicas básicas pra chegar a um bom resultado.

Quando fiz os meus testes, experimentei um bom tanto de receitas, a maioria com leite, ovos (gemas no creme e as claras em neve) e farinha de trigo engrossando o creme, mas como eu queria um soufflé delicado e leve, fiquei com apenas água, um tico de maisena pra engrossar o creme, deixei de lado as gemas, ficando só com as claras. Enfim, é um soufflé com muita framboesa.

Como o soufflé é doce, no lugar da farinha de rosca ou do parmesão, fique com o açúcar pra polvilhar os potinhos já bem untados com manteiga.

Claras em neve: como são as responsáveis pelo crescimento e pela textura do soufflé, o momento e a forma de incorporar as claras à mistura de base são essenciais pro sucesso da receita. Misture 1/3 das claras mexendo com mais força pra aproximar as texturas e, em seguida, sempre com uma espátula e muita delicadeza, incorpore os 2/3 restantes das claras (no meu vídeo sobre soufflé de queijo dá pra ver direitinho como se faz).

Quanto ao recipiente pra assar, é claro que é possível usar um refratário médio, mas acho que 4 individuais ficam não só mais charmosos, como assam melhor e por igual. Preencha os potinhos até ¾ da altura com a mistura do soufflé e asse sempre em forno já aquecido por 10 a 12min, até crescer, firmar e dourar.

Um soufflé não espera por ninguém, muito pelo contrário, no máximo 1min depois de sair do forno ele já começa a desmontar. Mas sem sofrimento, mesmo desmontando um pouco ele continuará saboroso, macio e inesquecível.

Se quiser, substitua a framboesa por morango, mirtilo ou amora, com qualquer uma dessas frutas a receita fica boa.
Quem quiser deixar a receita totalmente sem lactose, pode untar os potinhos com margarina 100% vegetal.

Ingredientes

  • 2 e ½ xícaras (chá) de framboesa congelada (250 g)
  • ½ xícara (chá) de açúcar (75 g)
  • 1 colher (chá) de suco de limão
  • 1 colher (sopa) de maisena (15 g)
  • ¼ de xícara (chá) de água (60 ml)
  • 2 claras
  • 1 pitada de sal
  • Manteiga pra untar
  • Açúcar pra polvilhar os potinhos
  • Açúcar de confeiteiro pra polvilhar

Preparo

Numa panela pequena, aqueça a framboesa, metade do açúcar e o limão. Quando ferver, passe por uma peneira para descartar as sementinhas e volte com a pasta para a panela. Dissolva a maisena na água, coloque na panela da framboesa, aqueça e, sempre mexendo, deixe no fogo só até ferver e engrossar. Coloque numa tigela média e deixe amornar.

Aqueça o forno a 180ºC (médio-alto).

Unte com manteiga e polvilhe com açúcar 4 refratários individuais para soufflé.

Coloque as claras numa tigela e bata com a batedeira até esbranquiçar.

Sempre batendo, junte o sal e, aos poucos, acrescente o açúcar restante. Bata até que estejam em neve, em picos firmes.

Com uma espátula, junte 1/3 das claras ao creme e mexa até conseguir uma mistura homogênea.

Com muita delicadeza, incorpore o restante das claras.

Preencha os potinhos até ¾ da altura e limpe o excedente de açúcar das bordas.

Asse os soufflés por 10 a 12min, até que estejam crescidos, firmes e bem dourados.

Retire do forno, polvilhe com açúcar de confeiteiro e sirva imediatamente.

Deixe uma resposta

O seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *