Adicionar à minha lista

Risotto de couve-flor

Ana Bacellar

Não resisto a uma couve-flor bem arredondada e clarinha, embora as roxas e esverdeadas, que são quase brócolis, também sejam muito bonitas. Sempre brinco que gosto tanto que, se o meu casamento fosse hoje, o bouquet seria uma couve-flor, ou um maço de ervas com muita salsinha, coentro, alecrim, manjericão, sálvia e hortelã.

Além de bonita, a couve-flor é versátil, vai bem numa quantidade imensa de receitas, tem sabor, textura, mil e uma utilidades. Nada contra a couve-flor gratinada com queijo, que eu amo e sempre faço em casa, mas dá pra ir além.

Quem, como eu, gosta de um risotto quentinho e cremoso vai gostar do de couve-flor, que ainda tem o contraste das texturas do arroz, dos pedacinhos esmigalhados dos floretes e do queijo.

Como os floretes de couve-flor ainda crus deixavam o risotto meio sem graça, fui testar as outras três possibilidades: usar ela cozida em água e sal ou em caldo de legumes, teoricamente a mais sem graça, e foi mesmo o terceiro lugar; refogar a couve-flor numa panela com manteiga ou azeite, que ficou boa, mas foi a segunda; e assar com azeite até ficar macia por dentro e levemente dourada por fora, com certeza a primeira colocada.

É fato que a couve-flor leva uns 35min pra ficar pronta no forno, mas isso é rápido, é fácil, pois basta misturar tudo na assadeira e assar, e a preparação ainda pode ser feita com antecedência, bem simples. Piquei grosseiramente metade dos floretes pra juntar ao arroz e ficar com os pedacinhos, e deixei os outros inteiros.

O restante da receita é o de sempre: usar um bom arroz pra risotto, uma panela larga (gosto das frigideiras tipo wok) e respeitar as regras clássicas, sem se esquecer de manter o caldo sempre quente pra não baixar a temperatura do risotto na panela. No texto da receita do risotto de aspargos eu explico direitinho.

Ingredientes

  • 1 couve-flor grande de aproximadamente 1 kg
  • 75 g de manteiga
  • 1 cebola grande em cubinhos miúdos (180 g)
  • 2 xícaras (chá) de arroz italiano para risotto (360 g)
  • 1 xícara (chá) de vinho branco (240 ml)
  • 6 xícaras (chá) de caldo de legumes ou de galinha fervente (aproximadamente 1,4 L)
  • 1 xícara (chá) de parmesão ralado (100 g)
  • Azeite de oliva
  • Sal
  • Pimenta-do-reino

Preparo

Aqueça o forno a 180ºC (médio-alto).

Separe uma assadeira grande.

Corte a couve-flor em floretes pequenos, descarte ou guarde os talos grandes pra uma sopa. Coloque os floretes na assadeira, polvilhe com sal, regue com azeite, mexa pra envolver bem e leve ao forno por uns 35min, até que estejam macios por dentro e levemente dourados por fora (espete com um garfo pra testar).

Pique grosseiramente com uma faca metade dos floretes e passe pra uma tigela. Reserve os floretes inteiros pra finalização.

Numa panela grande, aqueça 2/3 da manteiga e doure a cebola, depois junte o arroz, misture bem e acrescente o vinho.

Deixe ferver por 1min, até o vinho quase secar, junte um pouquinho de sal e 1 concha de caldo. Misture e, pelos 15min seguintes, vá mexendo de vez em quando e juntando de concha em concha de caldo sempre que secar. Na quarta concha, junte a couve-flor picada e siga mexendo e juntando mais caldo até que o arroz esteja cozido, mas firme, al dente.

Nessa hora, junte os floretes inteiros e aquecidos, a manteiga restante e o parmesão.

Tampe a panela por 1min e sirva.

4 Comentários

  1. 1
    • 2

      Gabi querida!!!!! saudades de vocês, espero que estejam todos bem!!
      Que bom saber que você gosta do site. Ana e eu estamos super envolvidas com o “Na Cozinha da Helô”.
      Beijos e depois conta como ficou.
      Helô e Ana

      • 3
        • 4

          Querida Gabi, que bom que vocês gostaram do risoto de couve-flor, é pura delicadeza, cremosidade e uma forma diferente de aproveita a couve-flor. Eu adoro tanto couve-flor que já brinquei algumas vezes que, se fosse casar de novo, ela seria grande candidata a bouquet.
          beijos a vocês todos!! muitas saudades

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *