Adicionar à minha lista

Receita de pão de maçã

um pão com muita maçã

Ana Bacellar Receita de pão de maçã

Como nasceu a receita de pão de maçã

Essa receita de pão de maçã pra valer é maravilhoso e aconteceu num dia em que vi 2 maçãs pequenas, meio murchas e feiosas na geladeira. Como eu estava pra escolher a receita do pão do dia, pensei na hora que o pão poderia ser de maçã.

Nem precisaria dizer, mas eu adoro maçãs.

Coloquei a cabeça pra pensar e logo me lembrei de um pouco de suco de maçã natural na geladeira e, na despensa, tinha um pacotinho de maçãs desidratadas e um outro com um farelo de maçã. O farelo eu havia comprado num empório de produtos naturais pra experimentar.

Quer dizer, juntei maçãs frescas, desidratadas, como suco e como farelo e tive certeza de que o pão ficaria delicioso e com muito gosto e aroma de maçã.

Num segundo teste, fiquei pensando em quem não tem fibra de maçã, que é bem importante na receita. Então, comprei um pacotinho de maçã desidratada bem secas e crocantes, daquelas usadas pra infusões, e bati no processador até conseguir um pó fino. Nem peneirei pra ficar com textura parecida. Deu certo, fica a dica.

E quanto à maçã desidratada pra picar e juntar à massa, o ideal é usar aquela mais macia, que costuma ser clara e vem em rodelas. Toda loja de produtos naturais tem pra vender. Se não conseguir, uma ideia é descascar e retirar cabinho e miolo de 1 ou 2 maçãs pequenas, picar em cubinhos e dourar na frigideira com um fio de azeite até dourar. Não é igual, mas fica bom.

Além das maçãs

Como maçãs têm tudo a ver com nozes e com canela e sempre tenho um pouco de nozes picadas num pote que fica na prateleira de cereais e frutos secos e desidratados, eu separei um tanto delas e também peguei o vidro de canela em pó.

A primeira ideia foi preparar um pão com farinha integral, mas o pote estava vazio e não dava pra ir atrás dela naquela hora. Como eu tinha aveia em flocos finos, resolvi que ela entraria na receita com farinha de trigo comum.

Decidi adoçar com açúcar mascavo e usar azeite de oliva como gordura.

A massa do pão

Preparei a massa de um jeito simples. Descasquei as maçãs, ralei uma delas e reservei. Cortei a outra em pedaços médios, juntei a água e levei ao micro-ondas por uns 4min, até amaciar.

Coloquei no liquidificador a maçã cozida ainda quente, o suco de maçã, o açúcar mascavo e bati por uns segundos, só mesmo pra conseguir um purê, que ficou pedaçudo. Passei pra tigela da batedeira, juntei a maçã ralada, o fermento, 2 colheres (sopa) de farinha e deixei descansar por uns 15min, até surgirem bolhas.

Então, usando o gancho da batedeira, juntei a canela, o sal, o azeite, a aveia, a fibra da maçã, 2 xícaras de farinha e bati até formar uma massa homogênea. Acrescentando o restante da farinha aos poucos, deixei batendo por uns 10min, até conseguir uma massa bem macia que se soltou da tigela. Por último, juntei, então, a maçã desidratada picada. Dá pra preparar a massa com as mãos, mas a batedeira ajuda bastante.

Deixei crescer por umas 2h, até dobrar de volume. Então, abri a massa com só achatando com as mãos até conseguir um retângulo de uns 40x30cm e enrolei como rocambole. Dividi ao meio, coloquei cada metade numa fôrma pra bolo inglês untada com um pouco de azeite.

Testando o pão

Num outro teste, dividi a massa em 12 partes e fiz pãezinhos, que também ficaram deliciosos. Até experimentei fazer uma receita menor, mas não valeu a pena, achei melhor fazer a quantidade que aparece aqui, consumir o primeiro pão e congelar o segundo.

A massa cresceu por mais ou menos 1h e 30min, até de novo dobrar de volume, e depois foi pro forno. Os pães cresceram bastante, douraram de um jeito lindo e da rua já dava pra sentir o perfume de maçã. Retirei do forno e, morrendo de curiosidade, esperei meia hora pra fatiar.

O pão de maçã pronto

Quando mordi o primeiro pedaço eu fiquei muito feliz, pois consegui o que eu queria. Pra não me esquecer de nada, na hora eu já anotei as quantidades pra escrever a receita assim que tivesse um tempo. Refiz o pão mais duas vezes, escrevi, a Ana fotografou e fiquei com mais uma receita de pão denso e saboroso.

Ele é bom puro, só com manteiga ou requeijão, mas os sanduíches que preparei com queijos mais fortes e folhas verdes também fizeram sucesso. E, uns dois dias depois, peguei as últimas fatias do pão, que já estavam mais secas, e dourei na frigideira com um pouco de manteiga, também aprovei.

Ingredientes

  • 2 maçãs ácidas pequenas (fujis funcionam bem)
  • 2 colheres (sopa) de água (30 ml)
  • 1/2 xícara de suco de maçã (120 ml)
  • 1/3 de xícara de açúcar mascavo (80 g)
  • 1 colher (sopa) de fermento biológico seco
  • 2 e 1/2 xícaras de farinha de trigo comum, aproximadamente (300 g)
  • 2 pitadas de canela em pó
  • 1 colher (chá) de sal
  • 2 colheres (sopa) de azeite de oliva (30 ml)
  • 1/2 xícara de aveia em flocos finos (60 g)
  • 1/4 de xícara de fibra de maçã (25 g)
  • 1/2 xícara de maçã desidratada em pedaços médios
  • 1/3 de xícara de nozes grosseiramente picadas (80 g)
  • azeite de oliva pra untar

Preparo

Descasque e retire os cabinhos e sementes de 2 maçãs. Rale 1 delas e reserve. Corte a outra maçã em pedaços pequenos, coloque numa tigelinha com a água e leve ao micro-ondas por uns 4min, até amaciar.

Coloque a maçã cozida e quente no liquidificador com o suco de maçã e o açúcar e bata até conseguir um purê grosso. Em seguida, pra aproveitar o purê ainda morno, coloque a mistura numa tigela grande (se for preparar com as mãos), ou na tigela da batedeira. Junte a maçã ralada, o fermento biológico, umas 2 colheres (sopa) de farinha e deixe repousar por uns 15 minutos, até surgirem bolhas.

Em seguida, usando o gancho da batedeira, misture a canela, o sal, o azeite, a aveia e o farelo de maçã. Junte 2 xícaras de farinha e, acrescentando mais farinha sempre aos poucos e se necessário, trabalhe até conseguir uma massa macia, mas que se solte da tigela. Por último, misture a maçã desidratada e as nozes. Coloque um fio de azeite no fundo da tigela, coloque a massa por cima, cubra com filme plástico e deixe crescer por umas 2h até dobrar de volume.

Polvilhe uma superfície com um pouco de farinha, abra a massa com as mãos até conseguir um retângulo de uns 40x20cm e enrole como um rocambole. Divida o rocambole ao meio e coloque cada metade numa fôrma média untada com azeite. Cubra com um pano limpo e deixe descansar por mais ou menos 1 hora e meia, até dobrar de volume.

Quando faltarem uns 15min pra completar o tempo, aqueça o forno a 180ºC (médio).

Asse os pães por uns 45 minutos, até que estejam crescidos, firmes, dourados e com casca crocante. Retire do forno, passe os pães pra uma grade e deixe amornar por meia hora antes de servir. O pão continua macio por uns 2 dias. Se quiser, congele um deles por até 2 meses e descongele naturalmente por umas 6 horas e aqueça em forno médio por uns 10 minutos antes de servir.

10 Comentários

  1. 1
  2. 5
    • 6

      Doris, boa tarde!
      Será preciso testar, pois nem sempre o resultado é o mesmo. Como, porém, a farinha SCHAR costuma funcionar e é uma boa saída pra evitar o glúten, pode ficar bom, ainda que sempre um pouco diferente do original.
      Conte depois pra gente como ficou o seu pão.
      Abraços, Ana e Helô

  3. 7
    • 8

      Áurea, boa tarde!
      No texto antes da receita a gente explica como fazer a partir de maçãs desidratadas daquelas bem secas. Dá uma olhadinha e, se precisar, escreva de novo.
      Abraços, Ana e Helô

  4. 9
    • 10

      Leila, boa tarde!
      Obrigada pelo carinho. A maçã desidratada deixa o pão mais saboroso e os pedacinhos dão textura, como se fosse uva passa no meio de um pão. Mas dá pra fazer sem ela, a receita funciona bem, pois ela não faz parte da estrutura da massa.
      Conte sempre com a gente.
      Abraços, Ana e Helô

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *