Adicionar à minha lista

Receita de legumes na frigideira com gergelim

Ana Bacellar Legumes na frigideira com gergelim

Um dia desses, a Ana e eu recebemos uma cesta linda com legumes e verduras do Sítio A Boa Terra, tudo fresquíssimo e num capricho só. Na hora do almoço, a Ana disse que prepararia um almoço vegetariano com alguns dos produtos da cesta e serviria com arroz de jasmim. Ela foi pra cozinha, separou mais um tanto de coisas que estavam na gaveta da geladeira e fez a receita de legumes na frigideira com gergelim.

Ficaram deliciosos, cheios de aromas e de texturas e com aquela beleza colorida que os legumes têm que a gente resolveu fotografar, escrever e postar rapidinho.

O processo é rápido, simples e o resultado é delicioso.

Primeiro, há que se cortar os ingredientes em pedaços médios e uniformes pra que cozinhem em tempos semelhantes. Depois, só aquecer o óleo vegetal, ou azeite de oliva, refogar a cebola, o alho e o gengibre até perfumar, juntar os vegetais mais firmes, como cenoura, brócolis e vagem com um pouquinho de água e sal, aguardar por 5 a 10min, até que o líquido seque e eles estejam cozidos, mas ainda resistentes à mordida, e com as cores bem vivas.

Então, só juntar os legumes mais macios, como cogumelos e pimentões, deixar murchar por 2 a 3min, acrescentar o tomate, esperar aquecer, adicionar o shoyu, o molho de peixe tailandês e óleo de gergelim, acertar o sal e a pimenta, misturar o coentro com a cebolinha, passar pra travessa de servir e espalhar por cima o gergelim torrado.

Veganos e vegetarianos simplesmente aumentam a dose do shoyu e deixam o molho de peixe de lado.

Na verdade, a receita é mais um método, pois dá pra colocar mais de uma coisa ou de outra, dependendo do que se tem na geladeira e do gosto de cada um. No dia da foto, a gente pegou da cesta os pimentões miúdos e com a cor laranja intensa, tomatinhos, cebola roxa e brócolis, mas o pimentão poderia ser vermelho, amarelo ou verde e dos grandes, a cebola poderia ser comum, no lugar do brócolis poderia ser uma couve-flor e ervilha-torta substituindo a vagem.

Além da cenoura, que é ingrediente “de sempre” em casa, pois ela dá textura, muita cor e um adocicado delicioso a qualquer prato, também ficaria gostoso juntar cubinhos de abóbora cabotiá ou de abobrinha ou quiabo. Os cogumelos eram shiitake, mas poderiam ser shimeji branco ou preto, Paris ou porto belo. E, pra dar frescor, sabor e muito aroma, a Ana colocou bastante coentro e cebolinha, mas salsinha, manjericão e hortelã também dariam ótimos resultados.

Importantíssimo: use uma frigideira larga e espaçosa ou uma wok pra conseguir que tudo fique bem espalhado, cozinhem mantendo textura firma e dourem por igual. Quando o preparo acontece numa panela apertada e de bordas altas, os vegetais soltam líquido, que não evapora com facilidade, e acabam cozinhando e não douram.

Com arroz branco comum ou jasmim ou com massa a receita de legumes na frigideira com gergelim, em quantidades substanciosas, podem ser o prato principal da refeição. Em porções menores, eles acompanham carnes, aves e peixes (ficam deliciosos com o rosbife simples como deve ser, frango assado aberto pelas costas e filezinhos de peixe dourados na manteiga).

Ingredientes

  • 1 cebola roxa média em cubinhos miúdos (120 g)
  • 1 dente de alho ralado
  • 2 colheres (chá) de gengibre ralado
  • 1 cabeça pequena de brócolis “ninja” separada em floretes médios
  • 200 g de vagens roliças inteiras, só retire os cabinhos duros
  • 1 cenoura grande em rodelas grossas (150 g)
  • 6 pimentõezinhos alaranjados em cubos médios (podem ser vermelhos, amarelos ou verdes e, também, 1 pimentão grande no lugar dos pequenos)
  • 200 g de cogumelo shiitake fatiados (ou Paris, Portobelo, shimeji branco ou preto)
  • 2 xícaras de tomatinhos variados (podem ser vermelhos, alaranjados ou amarelos)
  • 3 colheres (sopa) de shoyu (45 ml)
  • 1 colher (sopa) de molho de peixe tailandês (nam pla, 15 ml)
  • 2 colheres (sopa) de óleo de gergelim (30 ml)
  • 4 colheres (sopa) de coentro picado (4 ramos)
  • 2 fios de cebolinha picada
  • 2 colheres (sopa) de gergelim torrado claro ou escuro
  • Óleo vegetal ou azeite de oliva
  • Sal
  • Pimenta-do-reino

Preparo

Em fogo alto e usando a boca mais larga do fogão, aqueça bem uma wok ou uma frigideira grande e larga.

Junte umas 2 colheres de óleo ou de azeite, a cebola, o alho e o gengibre e espere começar a dourar e a perfumar, o que acontecerá bem rápido.

Junte os brócolis, a vagem e a cenoura, umas 3 pitadas de sal, ½ xícara de água e, mantendo fogo médio, aguarde de 5 a 10min, até que a água seque e os legumes estejam cozidos, mas ainda com cores bem vivas e resistentes à mordida.

Espete um talo de brócolis com a lâmina fina de uma faca e verifique se ela entra com facilidade. Então, junte o pimentão, o cogumelo, mais umas pitadas de sal e espere murchar por uns 3min.

Quando os cogumelos estiverem macios, acrescente o tomatinho e espere apenas aquecer.

Junte o shoyu, o molho de peixe e o óleo de gergelim, espere ferver e perfumar (mal leva 1min), ajuste o sal, junte pimenta-do-reino, misture as ervas, passe pra travessa de servir, polvilhe com o gergelim e leve à mesa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *