Adicionar à minha lista

A receita de feijoada da minha casa

Como fazer uma feijoada maravilhosa passo a passo

A RECEITA DE FEIJOADA DA MINHA CASA - Por Ana Bacellar Receita de Feijoada

Aqui vai a receita de feijoada da minha casa, ou a receita de feijoada da Helô.

Seguindo passo a passo, você terá uma receita de feijoada simples e maravilhosa pra servir quando quiser.

Por que a feijoada da minha casa? Falo assim porque cabe muita coisa no caldeirão da feijoada e aqui a gente usa os ingredientes que entram na feijoada de casa.

A feijoada é a cara do Brasil, tanto que há versões da receita por todos os cantos. Uns colocam mais disso ou daquilo e até mesmo trocam de feijão, mas o que importam é que sempre fica bom.

Veja o Vídeo com dicas da nossa receita de Feijoada

 

O símbolo da culinário do Brasil

Há quem diga que deu vontade de comer feijoada porque bateu um friozinho e tem lógica. O fato que na maior parte do Brasil feijoada é prato que se come a qualquer tempo. Os cariocas devoram cumbucas de feijoada aos montes no calor de 40ºC.

Às quartas e aos sábados, os tradicionais dias de feijoada nos restaurantes e bares em várias regiões do país, andando pela rua a gente já sente o perfume que vem dos caldeirões fumegantes de feijão com caldo grosso, embutidos defumados, ou não, carnes salgadas e secas.

O passo a passo da receita

Uma receita de feijoada completa gostosa é fácil de fazer. Quem sabe como fazer feijão consegue fazer tranquilamente uma boa feijoada.

Vale lembrar que é um prato que pede um tanto de planejamento. O ideal é pensar nela com 2 a 3 dias de antecedência.

A receita de feijoada da minha casa 2

O que vai na feijoada

O primeiro passo é comprar os ingredientes para feijoada. A lista dos chamados “pertences para feijoada” pode até parecer grande, mas tudo é fácil de achar.

Quase todo mercado tem feijão, que no Sudeste costuma ser feijão preto, carne de porco como bacon, carne seca, costelinha salgada e costelinha defumada, lombo salgado e lombo defumado, paio, linguiça defumada e, pra quem gosta, rabinhos, orelhas e pés de porco.

Pra temperar e também pra preparar os acompanhamentos tradicionais nada também é difícil de comprar: alho, cebola, louro, pimenta, salsinha, cebolinha e coentro, limão, cachaça, arroz branco, couve, laranja e farinha de mandioca.

Caso queira dar uma variada, você pode preparar uma feijoada de feijão branco, também conhecido como cassoulet na França.

O preparo

O preparo também não é complicado, apenas pede um pouco de tempo, pois as carnes seca e salgadas precisam ficar de molho pra dessalgar e com algumas trocas de água. A pressa na dessalga acaba com o sonho da feijoada deliciosa, é decepcionante comprar ingredientes, cozinhar por um tempo razoável e ficar com um caldeirão de feijoada salgada. Pra hidratar a carne seca e conseguir que ela fique com sal na medida certa, o ideal é dessalgar por umas 24 horas.

Depois desse tempo de molho, chega o momento de cozinhar o feijão, a carne seca e as carnes salgadas, que levam mais tempo no fogo. Como cada um deles tem o seu tempo, eles devem ser preparados em panelas diferentes. O feijão deve ficar macio e com bastante caldo e e as carnes devem se separar em lascas só de puxar com um garfo.

Pra deixar a feijoada mais leve – ou light como muita gente diz por aí – o ideal é colocar tanto a carne seca, como as carnes salgadas (costelinha, lombo e, pra quem gosta, pés, rabinhos e orelhas) e as defumadas e os embutidos nas suas panelas, esperar ferver, escorrer e descartar essa primeira água, cobrir com água limpa e seguir com o cozimento. Os excessos de sal, de gordura e do defumado saem na primeira água.

O preparo dos embutidos (linguiça e paio já em rodelas) e os defumados (costelinha e lombo) é mais rápido, bastam duas fervuras (trocando a água), só mesmo pra aquecer e dar uma leve amaciada.

Depois de cozinhar tudo separadamente, chega a hora de refogar o feijão, juntar tudo e deixar a feijoada ferver pra incorporar os sabores e engrossar o caldo. Em casa, costumo refogar o feijão do mesmo jeito de sempre, só que usando bacon como gordura. Depois disso, só juntar as carnes todas já preparadas e deixar ferver. Na verdade, se der pra deixar a feijoada dormir na geladeira pra servir no dia seguinte, ela ficará ainda mais saborosa. Lembre-se de que mesmo dessalgadas as carnes seca, salgadas e defumadas continuarão comm o salgadinho de sempre e, por isso, dificilmente será preciso juntar sal ao feijão.

No nosso canal Youtube, há um vídeo sobre feijoada e dá pra aprender ainda mais um pouco.

Que tal uma feijoada vegetariana e vegana?

Mais uma coisa: se você tiver vegetarianos e veganos à mesa, basta cozinhar um tanto de feijão, refogar só no óleo com os temperos, acrescentar cubos de abóbora, de inhame e de mandioca já cozidos, deixar apurar por uns 10 minutos e servir. Nesse caso, como não haverá o salgadinho das carnes, será preciso acrescentar sal ao feijão.

Quantidades dos ingredientes

Essa é receita que rende bastante. Com 1,5 kg de feijão e as quantidades de carnes que aparecem na lista de ingredientes, dá fazer uma feijoada para até 12 pessoas. Há quem leia “um paio e duas linguiças” e ache melhor aumentar. Nada de grave, só acrescentar mais um de cada, mas acredite que pode parecer pouco, mas não é. O caldeirão fica cheio.

E outra coisa: se o número de pessoas for menor, você pode diminuir a quantidade de feijão pra 1 kg de feijão e manter o restante como está, mas não vale a pena fazer uma feijoada menor. Em casa, faço a receita como está aqui, sirvo no dia e no dia seguinte e congelo o restante em uma ou duas porções.

A receita com feijão e as carnes seca, salgadas e defumadas e os embutidos rende uma feijoada completa, que naturalmente é mais rica e gorda. Quem prefere uma feijoada mais magra (menos gordura), que também é chamada de levinha ou light, deixa de lado os embutidos. E quando bate a vontade de comer feijoada, mas só se tem uma ou outra carne em casa, dá pra cozinhar o feijão com os ingredientes possíveis e ter uma feijoadinha em casa (um feijão saboroso já se transforma em algo especial só com um tanto de carne seca e uma linguiça).

Acompanhamentos para feijoada

Pra deixar a feijoada completa, além de caprichar nos pertences é preciso preparar os acompanhamento clássicos. Eles, que são simples, mas deliciosos, equilibram a refeição. Afinal de contas, o que seria da feijoada sem arroz, farofa, couve refogada, gomos de laranja pra refrescar o o molhinho picante?

Aqui no site, e também no nosso canal do youtube, você pode aprender como fazer cada um deles: arroz branco, uma farofa simples e rápida de farinha de mandioca, couve refogada na manteiga e gomos de laranja, que dão o toque refrescante maravilhoso ao prato (calcule ½ laranja por pessoa).

Pra mim, a cereja do bolo é o molhinho feito com caldo do feijão, limão, cachaça, ervas e pimentas. Ele realça os sabores da feijoada, dando o picante e o frescor que o prato merece. Quanto às ervas, há quem fique com salsinha e cebolinha ou com coentro e cebolinha e eu fico com o conjunto completo.

Também acho que uma boa de pimenta completa o prato com perfeição, mas use como quiser (se gostar do sabor da pimenta, mas não do picante, use pimenta biquinho no molho). E quem ama pimenta ainda pode servir pimentas em conserva ou molhos de pimenta ao lado da feijoada.

O caldeirão de feijoada no fogo conta pra vizinhança toda que na sua casa terá feijoada e isso é bom demais. Perfeição brasileira!

Uma caipirinha e limonada, por favor

Pra muita gente, não dá pra pensar em feijoada sem uma boa caipirinha.

E se você quiser aprender como fazer uma caipirinha perfeita, com todos os segredinhos e dicas, só conferir a receita da caipirinha de limão no site e no canal Youtube.

Se preferir deixar o álcool de lado, faça uma limonada, como a limonada da vovó. Ou escolha a boa e velha dose de cachaça ou cerveja gelada.

Ingredientes

Para a feijoada

  • 1,5 kg de feijão-preto demolhado por umas 3 horas
  • 1 folha de louro
  • 1 kg de carne-seca bem limpa em cubos de uns 3 cm, já dessalgada por 24 horas
  • 500 g de costeleta salgada em tiras largas, que peguem uns 2 ossinhos cada uma, já dessalgada por umas 12 horas
  • 500 g de lombo salgado em cubos de uns 3 cm, já dessalgado por umas 12 horas
  • 2 gomos de linguiça portuguesa em rodelas de uns 2 cm
  • 1 paio em rodelas de uns 2 cm
  • 500 g de costeleta defumada em tiras largas, que peguem uns 2 ossinhos cada uma
  • 500 g de lombo defumado em cubos de uns 3 cm
  • 300 g de bacon em cubinhos
  • 2 cebolas grandes em cubinhos (360g)
  • 3 dentes de alho picadinhos (15g)
  • ¼ de xícara de cachaça (60ml)
  • Suco de 1 limão
  • 4 colheres (sopa) de salsinha e cebolinha picadas (12g)
  • 2 pimentas-dedo-de-moça, sem sementes, em rodelinhas finas ou a gosto

Para a couve

  • 50 g de manteiga
  • 1 dente de alho picadinho
  • 2 maços de couve em tirinhas finíssimas
  • Sal

Preparo

Feijoada – Coloque o feijão e o louro num caldeirão grande, junte água fria até ultrapassar o feijão em uns 5 cm e aqueça.

Quando ferver, retire a espuma que se formar na superfície, abaixe o fogo e cozinhe por mais ou menos 1h e 30min, até que os grãos estejam bem macios, mas inteiros.

Numa panela grande, coloque a carne-seca, cubra com água e cozinhe por mais ou menos 1h e 30min, até que esteja bem macia (se quiser que a carne-seca fique mais leve, quase sem sal, deixe ferver por 5min, descarte a primeira água, cubra a carne com água limpa fervente e continue a cozinhar), escorra e junte ao feijão.

Em outra panela, coloque a costeleta e o lombo salgados, cubra com água e cozinhe por mais ou menos 1h, até que estejam bem macios. Escorra e junte ao feijão.

Afervente por uns 15min a linguiça, o paio, a costeleta e o lombo defumados, depois escorra e junte ao feijão.

Numa panela média, aqueça um fio de óleo e doure o bacon mexendo de vez em quando. Junte a cebola e espere começar a dourar. Acrescente o alho e, quando perfumar, adicione uma concha de feijão com um pouco de caldo. Deixe ferver por uns 5min e, pra conseguir um caldo grosso e saboroso, esmague os grãos com uma concha. Passe o refogado pro caldeirão e, mantendo o fogo baixo, deixe a feijoada ferver por mais ou menos 1h pra encorpar e mesclar os sabores (junte água aos pouquinhos se o caldo estiver secando demais).

Verifique o sal, embora normalmente não seja preciso acrescentar nada, pois as carnes dessalgadas e defumadas já dão o salgado necessário.

Para fazer o molhinho, pouco antes de servir, coloque uma concha do caldo do feijão numa panelinha com a cachaça e o limão e deixe ferver por 1min. Retire do fogo, junte as ervas e a pimenta.

Couve – Aqueça a manteiga numa frigideira média, junte o alho e espere perfumar. Acrescente a couve e um pouquinho de sal e misture bem. Tampe pra abafar e deixe no fogo por uns 5min, apenas até murchar pra não perder o brilho. Acerte o sal.

Sirva a feijoada bem quente com arroz branco, farinha de mandioca crua, a couve, gomos de laranja e o molhinho.

3 Comentários

  1. 1

    Helô na feijoada vc fala em cozinhar separado a carne seca, as costelinhas, o lombo e depois juntar ao feijão já pronto. Dúvida 1, eu cozinho essas carnes e descarto a água? Dúvida 2 , esses tempos são para panela comum e não pressão? Dúvida 3, vc fala para colocar o feijão pre cozido no refogado e cozinhar mais 1 hora, não vai cozinhar muito o feijão?

  2. 2

    Costelinha separada na panela de pressão, feijão separado na panela de pressão, água de todas carnes pode jogar fora. A linguiça pode cozinhar com feijão, há água do feijão você guarda.
    Vai juntar tudo numa pena grande, ou em duas.

    • 3

      Oi, Douglas! A primeira água das carnes salgadas e defumadas eu costumo jogar fora porque tem sabor e aroma muito fortes, e trocando por água limpa, o resultado fica mais delicado. Quanto ao final, quando se junta tudo já cozido, uso 1,2 ou até 3 panelas grandes (aí depende do que se tem em casa). Espero ter ajudado! bjs

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *