Adicionar à minha lista

Quindim

Ana Bacellar

Quindim é uma graça de olhar e delicioso de comer. Eu gosto muito e como desde pequena, pois a minha mãe sempre preparou tabuleiros de quindinzinhos pras nossas festas de aniversário e quindões pras ocasiões especiais.

Há várias receitas de quindim por aí, algumas muito simples, que só pedem pra misturar o açúcar, as gemas, o coco e forno em banho-maria, outras um pouco mais elaboradas, como a que eu me acostumei a preparar.

A receita começa com uma calda de açúcar, que depois recebe a manteiga, as gemas passadas pela peneira, o coco, repousa por pelo menos 1h pra brilhar ainda mais e vai ao forno em banho-maria. Gosto desta receita, porque acho que o quindim fica muito cremoso e lindo, ultra brilhante.

Quanto ao açúcar e às gemas: a receita não funciona com quantidades menos generosas, nem em sabor e muito menos em textura, é o tipo da receita que não é pra todo dia e pronto, é pra comer uma ou duas fatias sem culpa.

Como o quindim desmonta quando desenformado quente e fica bem sem graça ainda morno, o ideal é levá-lo à geladeira por várias horas e servir bem geladinho. Eu gosto de preparar na véspera de servir, deixar gelando e ter a sobremesa pronta, só faltando desenformar. Pra desenformar, tanto os pequenos, assados em forminhas de empada ou de bombocado, quanto os grandes em fôrmas de buraco no meio pra pudim, solte com a ponta de uma faca a casquinha açucarada que se forma nas bordas e, de leve, faça uma pressão com os dedos pra tentar rodar o quindim, então desenforme sobre um prato.

Se estiver difícil de sair, mergulhe a fôrma por uns segundos numa panela com água fervente e tente desenformar, ele costuma sair. Em último caso: se ele quebrar, não chore, eu já quebrei, coloquei numas taças, decorei com um tiquinho de coco e servi (pode até não ser tão lindo, mas o gosto é o mesmo).

Como não dá pra cobrir o quindim já desenformado com filme plástico, que gruda e acaba com toda a beleza, eu cubro com a própria fôrma que usei pra assar.

Ingredientes

  • 1 xícara (chá) de água (240 ml)
  • 1 e 2/3 de xícara (chá) de açúcar (200 g)
  • 25 g de manteiga
  • 8 gemas
  • 1 ovo
  • 1 xícara de coco fresco ralado (100 g)
  • Manteiga pra untar
  • Açúcar pra polvilhar

Preparo

Numa panela média, aqueça a água e o açúcar, mexa só até dissolver e deixe ferver por uns 5min, até conseguir uma calda brilhante e que caia em fio quando levantar a colher. Passe pra uma tigela, junte a manteiga e deixe esfriar.

Passe as gemas e os ovos por uma peneira (assim, fica para trás a película que deixa um gosto forte de ovo) e junte à calda. Acrescente o coco, cubra com filme plástico e leve à geladeira pra repousar de 3 a 12h para conseguir um quindim mais cremoso e brilhante.

Aqueça o forno a 160º (médio) e ferva mais ou menos 1 litro de água para o banho-maria. Separe 1 assadeira média e forre o fundo com umas 2 folhas de papel absorvente para a água não borbulhar e evitar rachaduras no quindim. Unte com manteiga e polvilhe com açúcar uma fôrma média pra pudim ou 12 forminhas médias pra bombocado ou empada.

Misture a massa, que estará separada em 2 camadas e despeje na fôrma ou nas forminhas atingindo mais ou menos até ¾ da altura. Com um papel absorvente umedecido, limpe a borda açucarada pra que o quindim não cole muito na fôrma e coloque a água fervente ao redor.

Asse o quindim maior por uns 50min e os pequenos por uns 40 minutos, até o creme firmar e formar uma crosta dourada.

Retire a assadeira do forno e retire o quindim da assadeira pra que ele não continue cozinhando na água quente, e leve à geladeira pra gelar por pelo menos 3h antes de desenformar (na geladeira, ele se conserva bem por uns 3 dias e por até 2 meses no freezer).

Delicadamente, solte a borda crocante da parede da fôrma e desenforme sobre um prato raso.

12 Comentários

  1. 1
  2. 3
  3. 5
  4. 7
  5. 9
    • 10

      Oi, Leticia! Essa receita não tem necessidade de cobrir, eu não costumo fazer isso. Ele fica levemente dourado por cima e dá até um sabor gostoso. Beijos!

  6. 11

    Olá Helô,

    Fiz várias vezes essa tua receita de quindim e dá muito certo! Os quindins ficam brilhantes, amarelos vivos e muito, muito gostosos.
    Obrigada por compartilhar conosco essa receita!

Deixe uma resposta

O seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *