Adicionar à minha lista

Pizza Caseira Muito Simples de Preparar

PIZZA CASEIRA MUITO SIMPLES DE PREPARAR

Pizza caseira muito simples de preparar é sonho de quem, como eu, ama pizza de um jeito tão intenso que viveria de pizza.
Quem ama pizza desse jeito, com certeza adora as italianíssimas que respeitam as tradições desde a escolha dos ingredientes, ao preparo da massa, muitas vezes de fermentação lenta e natural e ao assar no forno de barro com as toras de madeira em brasa. Essas pizzas chegam à mesa com as bordas altas tostadas por fora e com um leve puxa-puxa por dentro, e coberturas irresistíveis, principalmente quando há queijos que derretem e borbulham. Essa receita é metade de queijo e metade de cogumelo com presunto cru e sálvia.

Só que, como não dá pra ir todo dia à pizzaria maravilhosa ou pra pedir essa pizza em casa, há que se pensar em preparar a sua própria pizza.
Pra isso, o primeiro passo é compreender que não é muito simples a tarefa de reproduzir com perfeição a receita da pizzaria italianíssima. Além da temperatura instável, e nem sempre precisa, os fornos domésticos não costumam ter uma base plana, que não seja grade ou chapa de metal, pra receber a massa e transmitir o calor de forma correta, nem pra mais, nem pra menos, exatamente como acontece num forno de barro.
A instabilidade e a precisão da temperatura acontecem de forno pra forno e não há muito o que dizer sobre elas. Mas pra base há uma solução prática e com custo bem acessível que é a pedra pra assar pizza, uma superfície de material refratário, ou de pedra mesmo, que aquece bastante e faz com que a massa asse por baixo com perfeição.

Só que, pra hoje, pensei em algo bem básico, pra assar numa assadeira comum, apenas forrada com papel manteiga pra facilitar o processo de retirada da assadeira e transporte pra tábua em que a pizza irá à mesa. Essa pizza não terá a consistência meio que de pão que as italianas têm, mas será bem gostosa e deixará a refeição bem emocionante. Nada impede, porém, que se use uma pedra pra assar.

A massa da pizza caseira muito simples de fazer, leva apenas água, açúcar, fermento biológico, sal, azeite e farinha de trigo. Eu costumo misturar a água morna, o açúcar e o fermento na tigela da batedeira, espero borbulhar, então acrescento os demais ingredientes e bato com o gancho por uns 5 minutos, até a massa ficar bem macia. Então cubro a massa com um pano ou com filme, deixo repousar por 1 a 2 horas, até dobrar de volume. Em seguida, corto um quadrado de uns 40 cm de papel manteiga (mas também pode ser um retângulo ou um disco com mais ou menos a mesma área) e abro a massa diretamente sobre o papel e até cobrir tudo. Deixo uma borda de mais ou menos 1 cm de largura e 1 cm de altura e a parte central com mais ou menos 0,5 cm de espessura.

Chega, então, a parte mais divertida, que é a da cobertura da pizza. A cobertura depende do gosto de cada um e do que se tem na geladeira. No dia da foto, eu tinha metade de uma bisnaga de requeijão cremoso Catupiry, mussarela grosseiramente ralada e parmesão ralado, cogumelo portobelo, uns 50 g de presunto cru, um pouco do meu molho saboroso de tomates e manjericão e folhas de sálvia da horta. Espalhei o molho de tomate na superfície, deixando sem molho a borda em toda a volta, e cobri metade da pizza com um refogado de cogumelos, por cima espalhei as fatias do presunto cru e as folhas rasgadas de sálvia, na outra metade espalhei o Catupiry, cobri com a mussarela e finalizei com parmesão ralado. Deixei a pizza repousar por uns 30 minutos enquanto o forno aquecia a uns 220ºC (bem quente).

Levei a assadeira ao forno, mantive a temperatura bem quente por uns 10 minutos, baixei pra uns 180ºC (médio) e deixei no forno por mais uns 20 minutos, até conseguir que a base ficasse bem dourada e aparentemente crocante e o recheio também ficasse dourado e apetitoso.

Não é preciso dizer que, saindo do forno, a pizza foi direto pra mesa e terminou num piscar de olhos.
Quanto aos recheios, só usar e abusar da imaginação, mas aqui vão os 2 que fiz no dia da foto.

Ingredientes

Massa

  • 2 colheres (chá) de fermento biológico ( 7 g)
  • 1 xícara (chá) de água morna (240 ml)
  • 1 colher (sopa) de açúcar
  • 3 e 1/2 xícaras (chá) de farinha de trigo (420 g, aproximadamente)
  • 2 colheres (chá) de sal
  • ¼ de xicara (chá) de azeite de oliva (60 ml)

Base da Cobertura

  • ½ xícara (chá) de molho grosso e saboroso de tomates (aproximadamente – sugestão: molho saboroso de tomates e manjericão)
  • Azeite de oliva pra regar

Cobertura de Queijo

  • 200 g de requeijão Catupiry
  • 200 g de mussarela grosseiramente ralada
  • 50 g de parmesão ralado

Cobertura de cogumelo, presunto cru e sálvia

  • 1 cebola média em fatias finas
  • 1 dente de alho picadinho
  • 400 g de cogumelo portobelo em fatias grossas (ou qualquer outro cogumelo)
  • 50 g de presunto cru em fatias finas
  • 4 folhas de sálvia
  • Azeite de oliva
  • Sal e pimenta-do-reino

Preparo

O preparo da massa da pizza caseira muito fácil de fazer – Com umas 4 horas de antecedência, comece a preparar a massa. Na Numa tigela média (ou na tigela da batedeira), misture o fermento, a água morna, o açúcar, 1 colher (sopa) de farinha e deixe repousar por uns 10 minutos, até começar a borbulhar. Junte o sal, o azeite e, aos poucos, vá incorporando farinha e trabalhando até obter uma massa que descole das mãos, mas que ainda seja bem macia e elástica (na batedeira, com o gancho, o processo leva uns 5 minutos).

Coloque a massa numa tigela untada com azeite, cubra com filme plástico e deixe repousar por umas 2 horas, ou até dobrar de volume.
Cogumelos – Enquanto a massa descansa, aqueça um fio de azeite numa frigideira grande e doure levemente a cebola com uma pitada de sal. Junte o alho, espere perfumar e acrescente o cogumelo. Adicione sal, pimenta e, mantendo o fogo baixo, deixe o cogumelo murchar e o líquido natural secar. Retire do fogo, acerte o sal (não exagere, pois o presunto é salgado) e deixe esfriar.
Corte um quadrado de uns 40 cm de papel manteiga (ou um retângulo ou disco com área semelhante) e abra a massa com um rolo até cobrir totalmente a superfície. É importante deixar uma borda de mais ou menos 1 cm de largura e 1 cm de altura em toda a volta e a parte central um pouco mais fina (mais ou menos 0,5 cm). Transfira a massa aberta com o papel pra assadeira (o papel facilita todo o processo).

Cubra toda a parte central da pizza com uma camada fina do molho de tomate. Sobre uma metade, espalhe uma camada uniforme dos cogumelos, por cima coloque as fatias rasgadas do presunto e as folhas também rasgadas da sálvia. Sobre a outra metade espalhe bolotas do Catupiry, cubra com a mussarela e termine com o parmesão.

Deixe a pizza repousar por uns 30 minutos enquanto o forno aquece a uns 220ºC (bem quente). Se quiser que a pizza tenha base mais crocante, coloque no forno uma pedra pra assar pizza, deixe aquecer muito bem e, na hora de assar, asse a pizza sobre a pedra e não sobre uma assadeira colocada sobre uma das prateleiras do forno.

Leve a assadeira ao forno, mantenha a temperatura bem quente por uns 10 minutos, baixe pra uns 180ºC (médio) e deixe no forno por mais uns 20 minutos, até que a pizza fique muito linda e apetitosa. A massa deve ficar bem dourada e com aparência crocante e a cobertura também dourada e, na parte do queijo, derretida.

Retire a pizza do forno, transfira pra uma tábua, regue com um fio de azeite e sirva em seguida.

2 Comentários

  1. 1
    • 2

      Silvana, bom dia!
      Delîcia saber que você gosta do nosso bolo de milho. A receita é a do bolo de milho da fazenda.
      Pra conseguir bons resultados é essencial usar milho verde fresco ralado, pois a receita não funciona com milho verde congelado ou em conserva.
      Abraços, Ana e Helô

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *