Adicionar à minha lista

Pé-de-moleque piranguinho

Ana Bacellar

Tem pé-de-moleque pra todo mundo: o crocante puro caramelo de açúcar ou rapadura envolvendo amendoins inteiros torrados; o firme, mas não tão duro, com amendoins inteiros torrados no meio do caramelo aveludado pelo leite condensado amendoim, também inteiro e torrado; e o que lembra paçoca, puro amendoim torrado e moído engrossado com rapadura, mas é úmido e não se esfarela tanto quanto paçoca. Eu fico com os três.

O de Piranguinho, uma cidadezinha mineira que, há uns 80 anos, é a capital do “pé-de-moleque”, é feito de amendoim torrado e moído e rapadura, com jeito de paçoca. As barracas conhecidas por “vermelha”, “amarela”, “azul”, “marrom”, “verde” e “branca” vendem milhares de pés-de-moleque por semana. Quem passa por perto acaba entrando, comprando um doce pra comer na hora com um “cafezim”, toma um copo d’água depois e leva uns doces pra casa ou pros amigos.

Na festança de junho, cada barraca prepara alguns tabuleiros de 1m de comprimento e coloca numa mesa de cavaletes montado no centro da cidade, todos enfileirados. Quando a fileira de tabuleiros chega a uns 20m, um “pé-de-molequeiro” prepara um tacho de massa e despeja o doce ainda quente nos vãos entre os tabuleiros pro pé-de-moleque ficar sem emendas. Uma pessoa importante da cidade conta os metros e declara que é o “maior pé-de-moleque do mundo”, então o doce é cortado em quadrados e o povo corre pra pegar pelo menos um pedaço.

A receita é simples, basta aquecer rapadura com água e ferver bastante até virar um melado encorpado, depois juntar o amendoim torrado e moído e, em seguida, já fora do fogo, bater com uma colher de pau até conseguir uma massa grossa, despejar na assadeira untada, esperar amornar, cortar e ver tudo sumir em minutos. Serei sincera: prefiro o pé-de-moça, mas o pé-de-moleque também é bom.

Ingredientes

  • 500 g de rapadura picada
  • 1 xícara (chá) de água (240ml)
  • 2 xícaras (chá) de amendoim torrado sem pele e moído (250 g)

Preparo

Corte um quadrado de uns 20cm de papel manteiga, ou separe um tapete de silicone, e coloque sobre uma assadeira, reserve.

Coloque o açúcar (ou a rapadura) e a água numa panela, aqueça e, misturando de vez em quando, deixe até ferver por uns 10min, até surgir um melado grosso e com muitas bolhas.

Junte o amendoim e, sem parar de mexer, mantenha no fogo por mais uns 2min, até o doce encorpar e formar uma massa que começa a se soltar do fundo da panela.

Retire a panela do fogo e continue mexendo por uns dois minutos pra ajudar a encorpar.

Despeje a massa sobre o papel manteiga, deixe secar por umas 6h, corte em pedaços e sirva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *