Adicionar à minha lista

Pão de queijo super prático

Feito com:
Ana Bacellar

Vira e mexe eu tenho aquele desejo de comer pão de queijo que só vai embora quando sai a fornada e dou a primeira mordida. Quando tenho tempo, faço um pão de queijo como manda o figurino, o pão de queijo caseiro.

Só que, às vezes, não tenho um queijo gostoso e curado pra usar ou a pressa é grande e resolvo a questão com a velha receita de pão de queijo de liquidificador, aquela que fica pronta num estalar de dedos.

Um dia, estava na praia preparando um lanche rápido e fazendo uma receita de liquidificador, já havia batido a massa e untado as forminhas quando percebi que estava sem gás…

Primeiro o desespero de ver todos esperando, a raiva do gás, que sempre acaba nos piores momentos, mas aí veio a necessidade de pensar numa solução. Olhei pra bancada e dei de cara com a maquinha de fazer waffles, que é elétrica, e decidi experimentar: untei os 2 lados com um pouco de óleo, preenchi uma das cavidades com a massa e esperei nem 5min, só até a luz verde aparecer, abri e uau!!!!!!

Super casquinha dourada dos dois lados e uma camada fina puxa-puxa por dentro, incrível e muito prático, pois saem 4 pães prontos por vez e nada de virar pra dourar de um lado e do outro.

No outro dia, já com o gás funcionando, fiz o mesmo pão de queijo na prensa pra tostex e também ficou delicioso, só é preciso deixar uns 2min de um lado e depois virar pra cozinhar e dourar do outro lado.

De lá pra cá, usei a máquina de waffles várias vezes e descobri que os que sobram ainda ficam bons no dia seguinte quando aquecidos na torradeira.

Independentemente dessas soluções alternativas, permanece infalível o método tradicional de assar a massa bem líquida em forminhas pra empada de silicone (a melhor solução, tanto por não precisar untar, como por desenformar quase que só de olhar) ou de alumínio bem untadas com óleo e polvilhadas com farinha de trigo (é garantia certo, testei muitas vezes só com óleo e sempre grudava, até que resolvi polvilhar e aí desenformo virou moleza). Bastam uns 15 minutos de forno a 180ºC (médio-alto) pra conseguir pãezinhos crescidos e dourados por fora e macios por dentro.

Notícia boa pra quem tem intolerância à lactose: como a receita funciona bem com água, é só escolher um queijo firme sem lactose (há variedades de parmesão e também queijos de ovelha), preparar a massa, assar e matar a vontade.

Ingredientes

  • 1 xicara (chá) de queijo parmesão ralado (100 g)
  • 1 ovo
  • ¾ de xícara (chá) de óleo (180 ml)
  • 1 xícara (chá) de leite ou água (240 ml)
  • 1 e ½ de xícara (chá) de polvilho doce (180 g)
  • 1 pitada de sal
  • Óleo pra untar

Preparo

Bata todos os ingredientes no liquidificador até obter uma massa líquida e bem lisa.

Aqueça a prensa pra tostex, despeje a massa até preencher a cavidade de baixo, que primeiro entrará em contato com o calor, e prepare sobre a chama do fogão. Se for utilizar uma máquina elétrica pra waffle, prepare exatamente como o waffle.

Os pães de queijo devem ficar bem dourados e crocantes.

Sirva em seguida (embora não seja a mesma coisa, eles podem ser reaquecidos na torradeira por no máximo um minuto).

A massa rede uns 8 quadrados de tostex ou 4 discos de waffle de uns 16 cm ou umas 30 unidades em forminhas de empada).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *