Adicionar à minha lista

Pão de leite macio demais

Ana Bacellar

Imagine um pão de leite macio, fofo, delicioso e incrível, que é bom tanto puro, quanto com manteiga, geleia, requeijão, como pra fazer um sanduíche e que, depois de alguns dias, ainda se transforma em torradas saborosas. Essa receita dá um pão assim.

A Ana, minha filha mais nova, veio me mostrar uma receita japonesa de um pão muito macio, conhecido por hokaido ou por pão de leite japonês e, é claro, eu quis testar. Fui estudar um pouco e achei algumas versões, quase todas começando com um mingau preparado com água e farinha, que chama de tangzhong e ajuda no crescimento e deixa o miolo com uma consistência única.

Umas receitas levavam manteiga, outras não, algumas pediam leite em pó, creme de leite ou leite condensado além do leite pra conseguir um sabor ainda mais acentuado.

Testei uma meia dúzia de versões e fiquei uma adaptação que leva creme de leite no lugar da manteiga e, além do leite, ainda pede leite em pó (se não tiver leite em pó, substitua por 3 colheres de sopa de leite condensado). Acreditem, não é excesso de leite e, o leite em pó e o creme de leite são mesmo importantes (aliás, até mesmo a única colher de sopa de leite condensado que entrava numa das receitas que testei já fazia diferença no sabor e na textura do pão).

Quanto ao tamanho da receita, decidi por uma quantidade de massa que rende dois pães, pois um só é pouco, acaba em segundos. O pão, que sempre vai ao forno numa fôrma pra bolo inglês, não é moldado como um cilindro, mas sim de um jeito muito especial, que não só o deixa lindo, como ainda faz com que tenha a mesma textura dos pãezinhos ou bisnagas assados bem juntos e que, no momento em que são separados, soltam lascas fofíssimas de miolo, como se fossem véus. Na verdade, pra conseguir esse formato, basta dividir a massa em partes iguais, abrir cada parte como um retângulo, dobrar ao meio, abrir de novo, redobrar e abrir mais uma vez, depois enrolar como um rocambole e colocar na fôrma na horizontal, repetir a operação com as outras partes e, no final, ficar com vários gomos. No forno, os gomos crescem e ficam unidos.

A crosta do pão fica grossinha e brilhante pela gema, mas quando a gente puxa e separa dois gomos a impressão é de que o miolo é de algodão. Eles se soltam de uma forma tão linda que ninguém precisa de faca, a não ser que se queira dividir um gomo ao meio pra rechear e montar um sanduíche. O pão continua macio por uns 3 dias, depois ele seca, mais vai bem na torradeira ou na chapa com manteiga.

Ingredientes

  • ¾ de xícara (chá) de água (180 ml)
  • 6 e 1/3 de xícara (chá) de farinha de trigo (aproximadamente 700 g)
  • 1 envelope de fermento biológico seco (10 g)
  • 1 xícara (chá) de açúcar (150 g)
  • 1 colher (sopa) de sal
  • ½ xícara (chá) de leite em pó (50 g)
  • 2 ovos
  • 1 xícara (chá) de leite (240 ml)
  • ½ xícara (chá) de creme de leite fresco (120 ml)
  • 1 gema diluída em 1 colher (sopa) de água pra pincelar
  • Manteiga pra untar

Preparo

Misture a água e 1/3 de xícara (chá) de farinha numa panelinha, leve ao fogo e, sempre mexendo, cozinhe até ferver e conseguir um mingau bem grosso e translúcido. Retire do fogo e deixe amornar por uns 10min.

Coloque 5 xícaras (chá) de farinha, o fermento, o açúcar, o sal, o leite em pó, os ovos, o leite, o creme de leite e o mingau numa tigela e trabalhe até conseguir uma massa homogênea e que se solte das mãos, acrescentando a farinha restante aos pouquinhos e se necessário. Cubra com um pano limpo e deixe a massa crescer por umas 2h, ou até dobrar de volume.

Separe duas fôrmas médias pra bolo inglês e unte com manteiga, reserve.

Transfira a massa pra uma superfície ligeiramente polvilhada com farinha (o mínimo possível, pois a massa deverá continuar bem macia).

Divida a massa em 8 partes iguais. Com um rolo, abra cada parte de massa formando um retângulo de uns 10×20 cm, então dobre ao meio, abra novamente, dobre mais uma vez, abra uma última vez e enrole como um rocambole a partir de um dos lados menores e aperte com as pontas dos dedos no lugar da abertura pra fechar bem, depois faça o mesmo com as outras partes.

Coloque 4 rolinhos em cada fôrma deixando o lado da abertura pra baixo, cubra com um pano e deixe crescer por mais 1h, até dobrar de volume.

Quando faltarem uns 15min pra completar o tempo, aqueça o forno a 180°C (médio-alto).

Pincele os pães com a gema e leve ao forno por uns 40min, até que estejam bem crescidos e dourados.

Retire os pães do forno, aguarde 5min e desenforme. Espere esfriar por 1h antes de servir, pois só depois desse tempo o miolo estará macio.

22 Comentários

  1. 1
  2. 3
  3. 5

    Estava a procura dessa receita,pois no YouTube só tem uma receita c legenda,mas o tangjong é c leite,e precisa ficar na geladeira por 6 hs e tirar 1 hr antes de fazer a massa do pão. Vou fazer a sua primeiro,e depois tentarei a outra. Gratidão a vc , por publicar essa receita!

  4. 7
  5. 9

    Oi, querida.
    Parabéns por suas mães de fada.
    Só uma duvida: o que eu faço com o mingau da agua com a farinha?
    Quero muito fazer esse pão hoje.
    abraço terno,
    Margarida.

    • 10

      Oi, Margarida! Obrigada pelo carinho!! Depois que você tirar o mingau do fogo, junte a farinha e continue a receita como está escrita. Espero ter ajudado! Bj

  6. 11

    Oi Helo, Deus abençoe você por ter descoberto essa maravilha, já vi esse pão no Instagram meu sonho é tentar reproduzir essa receita e encontrei a sua. Você poderia me explicar uma coisa? Você diz assim…
    *Coloque 4 rolinhos em cada fôrma deixando o lado da abertura pra baixo, cubra com um pano e deixe crescer por mais 1h, até dobrar de volume.*
    São 4 rolinhos em uma só forma ou 1 em cada forma de pão?
    Obrigada, vou tentar mas fiquei curiosa nessa parte, me ajude quero que fique perfeito!

    • 12

      Oi, Roberta! Os 4 rolinhos ficam juntos, pois crescem e ficam daquele jeito meio colado que quando a gente puxa soltam fios de massa, que são lindos e delicados! Espero ter ajudado! Bjs

  7. 13
    • 14

      Oi, Eliene! Sinto muito que não tenha dado certo. Talvez o fermento não era muito novo, ou tenha tido trabalho na massa em excesso, ou o tempo de repouso ou a temperatura do forno, muitas possibilidades… Mas não desista e tente de novo com um fermento mais novo e me conta como ficou. Espero ter ajudado! Bjs

  8. 15
  9. 17

    Olá Helô. Fiz seu pão. O mais macio do mundo. Fiz sábado passado e ñ tirei foto. Amanhã farei novamente, então posto, espero que tudo dê certo. Pão melhor do mundo.
    Bjs

  10. 19
  11. 21
    • 22

      Oi, Poliana! Você pode sim passar pelo cilindro, mas é acho que a operação só se justifica quando a gente faz quantidades maiores de massa. Espero ter ajudado! bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *