Adicionar à minha lista

Panquecas de café

Quem não só gosta, como precisa, de um bom café pra começar o dia, certamente vai se encantar com as panquecas de café.

Na verdade, a ideia nasceu num dia em que sonhava com um cafezinho, mas a vontade de sentir o gosto e o aroma do café falavam ainda mais alto e, assim, precisa de mais café.

Experimentei usar como base uma receita de panqueca gordinha, trocando parte do leite por café coado e funcionou. Até tentei deixar o leite totalmente de lado, usando só café como líquido, mas não gostei da textura da panqueca e nem do sabor, acho que a mistura do café e do leite funciona pra deixar a panqueca macia e, também, com aquele gostinho de café com leite que tem tudo a ver com a primeira refeição.

A receita não é grande, rende umas 8 panquecas médias, mas é fácil de dobrar ou triplicar.

Usando uma frigideira anti-aderente, será preciso colocar um fiozinho de óleo antes de fritar a primeira panqueca e, no máximo, a segunda, depois a massa para de grudar. E, se tiver uma frigideira de ferro, experimente usar, pois a casquinha fica irresistível.
Como toda a panqueca, ela é mais gostosa assim que frita, mas dá pra aquecer as que sobrarem por uns segundos na torradeira no dia seguinte.

Se quiser, prepare a massa com até 24h de antecedência, coloque numa tigela, cubra com filme e guarde na geladeira até o momento de preparar.

Quando fiz pela primeira vez, tinha um pote de nata em casa e servi com a nata e adorei. Num outro dia, servi com manteiga e também gostei, só que comecei a pensar na manteiga e surgiu a ideia de preparar uma manteiga com café. Testei e amei!!! O resultado, nasceu a minha manteiga com café, que também ficou deliciosa com pão francês e com pão da roça.

Adoraria fazer com que aqueles que dizem “não gosto de doces com café” ao menos experimentassem, tenho certeza de que gostariam da receita.

Sem dúvida, uma receita pra deixar o café da manhã diferente, mas com simplicidade e bastante café.

Ingredientes

  • 1 xícara (chá) de farinha de trigo (120 g)
  • 1/3 de xícara (chá) de açúcar (50 g)
  • 1 colher (chá) de fermento em pó
  • 2 pitadas de sal
  • 25 g de manteiga derretida
  • 1/2 xícara (chá) de leite (120 ml)
  • 1/2 xícara (chá) de café coado em temperatura ambiente (120 ml)
  • 2 ovos
  • Óleo vegetal pra fritar

Preparo

Numa tigela média, misture com um batedor a farinha, o açúcar, o fermento e o sal, reserve.

Junte a manteiga o leite, o café, os ovos e mexa até conseguir uma massa homogênea.

Aqueça uma frigideira média, junte um fiozinho de óleo e espalhe bem. Despeje 1 concha pequena ou mais ou menos 1/3 de concha grande (das de sopa) no centro da frigideira e deixe que ela se espalhe naturalmente, sem se importar com a perfeição do disco.

Mantendo o fogo médio, pois se for alto as panquecas douram demais por fora e continuam cruas por dentro.

Quando aparecerem umas bolhinhas na parte de cima da panqueca e a borda começar a dourar, vire a panqueca pra dourar do outro lado por uns 30s.

Com uma espátula, transfira a panqueca pronta pra um prato e frite as demais (se a frigideira for realmente anti-aderente ou de ferro já bem curada, provavelmente nem será preciso acrescentar mais óleo entre uma panqueca e outra).

Sirva em seguida com manteiga, requeijão, nata, mel, melaço de cana, ricota fresca cremosa ou com manteiga de café.

Deixe uma resposta

O seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *