Adicionar à minha lista

Pãezinhos de minuto

Ana Bacellar pãezinhos-de-minuto-1

Os nossos pãezinhos de minutos são primos dos biscuits americanos e dos scones ingleses, todos deliciosos puros ou com manteiga, requeijão, ricota caseira, geleia, mel, frios e queijos variados.

Quando eu era pequena, minha mãe vivia preparando fornadas na hora do lanche ou pra colocar nas lancheiras.

Em casa, faço pão de minuto quase que uma vez por semana, tanto quando quero morder um pãozinho simples, crocante por fora e macio e amanteigado por dentro, como quando preciso de algo que fique pronto num piscar de olhos, ou quando estou sem tempo até pra pensar num pão de massa fermentada, que precisa crescer etc e tal.

Bastam uns 45min pra separar os ingredientes, misturar tudo, abrir e cortar a massa, assar por uns 15min, colocar os pãezinhos numa cesta e servir no café-da-manhã, no lanche da tarde e com a refeição.

No“Lá da Venda”, o sanduíche de pão de minuto com queijo da canastra e presunto cru e o pãozinho com manteiga e geleia fazem o maior sucesso. É claro que são mais gostosos quando saem do forno, mas no dia seguinte, depois de uns minutos na torradeira, eles também ficam ótimos.

Versões é que não faltam, há receitas com leite e manteiga, com leite e banha, com o soro que escorre na preparação da manteiga (o buttermilk que os americanos do sul tanto adoram), mas a minha preferida leva iogurte e manteiga.

Pra conseguir um pão de minuto leve e crescido, deixe a batedeira de lado, junte os ingredientes com as mãos o mais rápido possível, trabalhe só até conseguir uma bola de massa ainda meio pegajosa, com uns pedacinhos de manteiga no meio, mas que se solte das mãos, e evite ao máximo acrescentar mais farinha.

Quando estou tranquila, abro a massa com um rolo sobre o mármore polvilhado com farinha, corto os biscoitos com um cortador liso sem girar, pois, quanto mais preciso o corte, mais os pãezinhos crescem de jeito uniforme, depois junto os pedaços de massa, abro de novo e corto até terminar.

Se a pressa é grande, simplesmente abro a massa apertando com a palma da mão até ficar com uns 2 cm de espessura, divido em quadrados cortando com uma faca afiada. Muito simples e muito bom!

Ingredientes

  • 2 xícaras (chá) de farinha de trigo (aproximadamente 240 g)
  • 1 colher (sopa) de fermento químico
  • ½ colher (chá) de bicarbonato de sódio
  • 2 colheres (chá) de sal
  • 1/3 de xícara (chá) de açúcar (50 g)
  • 100 g de manteiga gelada em cubinhos
  • 170 ml de iogurte natural (normalmente 1 copinho)
  • Manteiga pra untar apenas se não estiver utilizando assadeira com revestimento anti-aderente

Preparo

Aqueça o forno a 200ºC (alto). Se não estiver utilizando assadeira com revestimento anti-aderente, unte com manteiga.

Numa tigela, misture a farinha, o fermento, o bicarbonato, o sal e o açúcar. Junte a manteiga e esfarele com a ponta dos dedos até conseguir uma farofa grossa.
Acrescente o iogurte e misture rapidamente, apenas o bastante pra juntar os ingredientes, sem se importar com os pedacinhos e manteiga e nem com o fato da massa continuar ainda um pouco mole e grudenta.

Polvilhe uma superfície com farinha sem exagerar, pois quanto mais macia a massa, mais leves os pãezinhos.

Coloque a massa no mármore e trabalhe bem rápido até conseguir uma bola macia e que se solte das mãos.

Achate a massa com a palma da mão até ficar com uns 2 cm de espessura. Divida a massa nuns 12 a 16 pãezinhos (ou simplesmente corte quadrados de uns 3 cm ou corte em discos com um cortador de biscoitos ou com a borda de um copo).

Transfira os pãezinhos para uma assadeira e asse por uns 12min, até que estejam crescidos e dourados. Retire da assadeira e sirva com manteiga, requeijão, mel ou geleia.

17 Comentários

  1. 1
  2. 3

    Olá Helô,

    Conheci você pelo pão de queijo delicioso que é vendido na Takko, café da v.buarque. Lá me falaram que o fornecedor era o “lá da venda’,até chegar no seu site demorou um pouco mas cá estou e adorando as receitas doces e salgadas, também adoro fazer bolos como você mas em época de pandemia estou muito a fim de fazer pão em casa, tentei fazer o chapati da Rita Lobo mas não ficou bom, espero que eu acerte mais no pão de minuto. Beijo e parabéns!

    • 4

      Rosana, bom noite!
      Que bom ter você por aqui e saber que você é fã do pão de queijo que a gente faz com tanto carinho
      Fazer bolos é delicioso e, como sempre brinco, casa com bolo é sempre mais gostosa.
      Ao contrário do que muita gente pensa, fazer pão em casa não é complicado. Seguindo os passos das receitas, chega-se lá. Com o tempo, a gente vai acertando os pontos das massas. O pão de minuto é bem gostos, simples e rápido como o nome diz. A receita sempre fez parte da vida da família, pãezinhos de um lanche ou de um café da manhã. Ainda ontem a minha mãe fez e ligou pra contar.
      Além da receita, com texto cheio de dicas e fotos apetitosas da Ana, minha filha, companheira e fotógrafa, há um vídeo no nosso canal do youtube.
      Usando fermento químico comum, bicarbonato e iogurte, misturando a massa apenas o necessário pra juntar tudo, assando no forno quente e já pré-aquecido, vai dar certo.
      Tente também o pão de leite, também com texto, receita, foto e vídeo. Ele já é feito com fermento biológico (compre os seco nos envelopes, que dura mais), mas é um bom começo.
      Vá contando pra gente e escreva quando quiser.
      Abraços, Ana e Helô

  3. 5
    • 6

      Rosana, boa noite! Esses pãezinhos de tomate são gostosos, fáceis de preparar e levam ingredientes simples, daqueles que a gente costuma ter em casa. Tente comprar sempre os potes pequenos de fermento, pois acontece deles ficarem em supermercados estocados por mais tempo e, com o calor que faz aqui, ficam menos ativos, ainda mais depois de abertos.
      Vá adiante e conte pra gente sobre as receitas.
      Abraços, Ana e Helô

  4. 7

    Já vi alguns videos e gostei bastante, parabéns para mãe e filha! Obrigada pela dicas de fermento, o biológico comprei de envelope, Vou fazer e te conto, beijos!

  5. 8
    • 9

      Ana Luísa, bom dia!
      Você já deixou o dia da gente mais feliz!
      Funciona preparar com metade farinha branca, metade integral. Só com integral o pãozinho fica muito pesado.
      Se quiser arriscar …
      Depois conte pra gente.
      Abraços, Ana e Helô

  6. 10

    Helô,

    O sabor ficou muito bom e o paozinho ficou leve mesmo mas não acertei no ´ponto, na verdade parei de mexer na massa com ela mais grudenta do que recomendou, então não ficou lisa e o pão não cresceu muito. Eu tenho dificuldade de mexer com massa grudenta, queria usar óleo ou farinha mas sei que isso ia estragar tudo, que dica você daria, muito obrigada!

    • 11

      Oi Rosana, bm saber que você gpstou da pasta. Ela é saborosa, sempre agrada e rende bastante.
      Quanto ao pãozinho, não tenha medo de encarar as massas, é normal ter dúvidas sobre colocar mais farinha ou parar pra deixar repoussr. A massa tem que fixar macia, sem ser grudenta, a não ser pras receitas que começam assim ( mas não é o caso). Pãezinhos feitos com massa ainda muito grudenta e que não repousou o necessário costumam ficar irregulares e mais oesados. Não desista! Vá contando pra gente. Abraços, Ana e Helô

  7. 12
    • 13

      Taís, boa noite!
      Sal é complicado… Há manteigas mais ou menos salgadas e cada um tem o seu paladar. Experimente usar apenas 1 colher (chá) de sal, ou seja, a metade do sal da receita, e preste atenção ao medir o bicarbonato, pois pitadas a mais já são suficientes pra dar um salgado estranho e um gosto metálico ao pãozinho.
      Conte depois como ficou!
      Abraços, Ana e Helô

  8. 14

    Olá! Muito fácil, eu fiz com a “ajuda” da minha filha de 2 anos, Catarina!!
    Realmente ficou bem salgado… Vou reduzir na próxima.
    Dúvida: Helô, pode ser congelado depois de assados?
    Abraço

    • 15

      Fabiana, boa noite!
      Que delícia cozinha com ajuda da filha Catarina. A Ana e a minha outra filha amavam fazer pãezinhos e biscoitos.
      Quanto ao sal, você pode diminuir um pouco, no máximo até a metade. A quantidade que está na receita é resultante de uma média, a maioria das pessoas acha que está ok. O bicarbonato também tem um leve salgado.
      Você pode sim congelar e aquecer por uns minutinhos antes de servir.
      Conte com a gente e siga aqui Na Cozinha da Helô, pois não faltam histórias, dicas, receitas e fotos apetitosas.
      Abraços, Ana e Helô

  9. 16

    Fiz a receita usando aquelas colheres medidoras padrão e achei que ficou bastante salgado. Minha colher de chá tem capacidade de 5 ml. Quando os ingredientes estão em gramas costumo usar a balança, mas só com a indicação de colher ou xícara uso os medidores. Seria legal indicar a capacidade de volume das xícaras e colheres indicados nas receitas. Talvez até uma tabelinha na página inicial do blog já resolva. Obrigado pelo trabalho!

    • 17

      Cadu, bom dia!
      Vamos lá: a gente costuma priorizar uso de colheres e xícaras porque, infelizmente, ainda é muito pequeno o número de pessoas que, como você, costuma usar balança na cozinha. Na França e nos Estados Unidos balança faz parte dos utensílios de qualquer cozinha. Quem sabe, um dia, o hábito chega aqui …
      Quanto à tabela: xícara medida padrão, em volume, tem 240 ml de capacidade, meia tem 120ml, 1/3 tem 80ml e 1/4 tem 60ml.Já a colher de sopa tem 15ml e a de chá 5ml. Essas capacidades são sempre em volume, pois os pesos variam demais. 1 xícara de açúcar classicamente é considerada 150g; já de farinha de trigo tem 120g…Um ovo médio, já sem a casca, tem 50g, sendo 30g de clara e 20g de gema.
      A gente tem um vídeo no canal youtube do Na Cozinha da Helô que se chama “Medidas na Cozinha”, vale a pena assistir. A sua ideia de dar mais visibilidade pro assunto é ótima. Como, em breve, a a gente vai fazer ajustes no site, dá pra encontrar uma forma.
      Quanto ao pãozinho de minuto: a receita clássica, tanto dos cadernos brasileiro, como ingleses e americanos, que preparam receitas bem semelhante com muita frequência, pede a quantidade de sal indicada, mas é claro que, dependendo do gosto de cada um, dá pra reduzir até pela metade (não menos, pois faz parte da estrutura da massa). Mas, provavelmente, o “salgado” não veio apenas do sal e sim da dupla sal e bicarbonato. O bicarbonato de sódio, como diz o próprio nome, também contribui, mas pra evitar que “salgue” além do previsto e não deixar a massa com sabor levemente metálico, a medida de bicarbonato é importantíssima. A gente dá em colheres porque a quantidade é muito pequena e a quantidade de pouquíssimas pessoas têm balanças de cozinha que pesam quantidades menores de 5 g, mesmo as profissionais. O bicarbonato, por exemplo, pesa menos que o sal …
      Enfim, o assunto é infinito …
      Conte sempre com a gente e escreva quando quiser.
      Abraços, Ana e Helô

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *