Adicionar à minha lista

Óleo e colorau de urucum

Ana Bacellar

Em tupi, “urucum” quer dizer muito vermelho. É um corante poderoso e o colorau brasileiro, que não tem a ver nem com o açafrão que dá a flor com os pistilinhos valiosos, nem com o açafrão da terra de raiz e nem com pimentão, mas é vermelhíssimo e dá cor linda a muitos pratos, principalmente do nordeste do Brasil. Os índios usavam as sementes de urucum pra pintar o rosto e o corpo e eu, quando era criança, adorava fazer isso também.

Tenho um pé de urucum no quintal da minha casa da fazenda e adoro chegar lá na época em que a árvore está coberta de cachos com frutos vermelhos, de casca meio espinhenta por fora, que se abre conforme seca e, no centro, tem umas sementinhas envolvidas por um pó vermelhíssimo que colore tudo.

A receita é de roça, daquelas totalmente sem pressa e que envolve colher os frutos vermelhos e secos, deixar tudo secar por uns dois dias, abrir um por um e passar as sementes pra uma panela média, juntar o óleo e aquecer e deixar no fogo até avermelhar, por fim coar. Além do óleo de urucum, que fica lindo e deixa um filé de peixe grelhado ainda mais apetitoso, as sementes aquecidas na frigideira seca também servem pra virar colorau, basta juntar um pouco de fubá e socar no pilão.

O único problema é lavar as mãos, que podem ficar manchadas de vermelho por uns dias, mas sai, só ter um pouco de paciência.

Ingredientes

Frutos

  • 40 frutos bem vermelhos, já secos e até ligeiramente abertos de urucum

Óleo

  • 1 xícara (chá) de óleo vegetal (240 ml)

Colorau

  • ¾ de xícara (chá) de fubá (90 g)
  • Óleo vegetal

Preparo

Frutos – Colha os frutos ou galhos com cachos de frutos. Se os frutos já estiverem bem secos, será só usar, mas se ainda estiverem com a casca macia e levemente úmidos é aconselhável colocar os ramos num lugar arejado por uns dois dias antes de usar. Pressione cada fruto com os dedos pra abrir, solte as sementes com a ajuda de uma colher e transfira pra uma tigela, sem se importar com um pouco de películas clarinhas. Normalmente, desse tanto de frutos saem mais ou menos 1 e ½ xícara (chá) de sementes.

Óleo – Coloque ¾ de xícara (chá) de sementes e o óleo numa panelinha, aqueça e mantenha em fogo baixo até que o óleo ele fique bem vermelho e as sementes e películas comecem a escurecer (nesse momento, algumas sementes começam a pipocar).

Antes que o óleo comece a soltar fumaça e a queimar, retire a panela do fogo.

Com cuidado, pois é muito quente, passe o óleo por uma peneira e deixe esfriar numa tigela e descarte as sementes.

Coloque o óleo frio num pote com tampa e guarde por até 1 mês na geladeira.

Sirva um fio de óleo com filés de peixe e de frango, ou refogue o arroz, o feijão, ou use pra fazer uma farofa, ou acrescente um fio de óleo na panela de um ensopado ou uma moqueca ou use pra temperar uma salada.

Colorau – Coloque as sementes e um fiozinho de óleo numa frigideira média e, sem parar de mexer, mantenha no fogo até a colher começar a avermelhar (com o calor, as sementes começam a soltar o pó, que gruda na colher).

Então, acrescente o fubá e continue mexendo por mais uns 5min pra dourar o fubá.

Retire do fogo, passe tudo pra um pilão e soque até conseguir um pó bem vermelho, depois peneire e, se preferir um pó finíssimo, repita a operação mais uma vez. Na falta de pilão, bata tudo no liquidificador ou no processador, mas tendo cuidado pra não bater demais e estilhaçar as sementes.

Guarde o colorau em pó por um mês num pote bem fechado e use pra dar cor ao feijão e ao arroz e aos ensopados e moquecas do dia-a-dia.

8 Comentários

  1. 1

    Oi Helô…muito lega a matéria.Eu tenho urucum na minha chacara e nesse momento estou debulhando para o preparo. Só acho estranho vc chamar o urucum de flor…na minha compreensão é fruto…até porque o urucum dá uma flor linda e so depois da florada é que forma o urucum com as sementes que são aproveitadas pra fazer o coloral, azeite…ou mesmo tinta. Um abraço e gratidão

  2. 3
  3. 5

    Amei, tenho um pé de colorau no meu quintal e marca muito a minha infância. Qdo eu meus irmãos pegamos sarampo, minha mãe nos coloriu com o urucum,ficamos tão vermelhos e até hoje não sei pq. A única coisa q posso dizer é q o colorau tem uma gde importância na minha culinária. Obrigada por compartilhar conosco sobre.

  4. 7

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *