Adicionar à minha lista

Delicioso beliscão de goiabada

Ana Bacellar Delicioso beliscão de goiabada

Difícil passar reto por uma lata de cheia de biscoito, ainda mais quando ela está cheia de um bom delicioso beliscão de goiabada. A gente come o primeiro, logo vem a vontade de comer mais um, depois só mais um, e mais um, aí de forma dramática a gente tampa o pote e coloca longe do alcance básico, mas nem sempre a atitude surte o efeito e o pote se esvazia em pouco tempo.

Eu, que adoro biscoitinhos e crocantes em geral, e vivo com uma canequinha de café na mão (e café pede biscoitos), confesso que é complicado resistir à tentação, mas faço os meus esforços.

Isso tudo fica ainda mais intenso porque o delicioso beliscão de goiabada ainda receita carregada de “sabor de infância”, como sempre disse a minha mãe. Uma das irmãs dela, a tia Margarida, sempre teve o dom de providenciar lanches deliciosos e era a responsável por grande parte dos lanches que a gente tomava quando passava férias na fazenda dos meus avós.

Ela saia da casa dela em Araçatuba, passava na padaria, comprava um monte de coisas gostosas, dentro delas um saco de beliscões de goiabada, ia até a fazenda em Birigui e todos se deliciavam com o lanche. Era bom demais.

O nome, aparentemente estranho, pode ser entendido de duas formas, tanto porque a gente costuma dizer “preciso beliscar alguma coisinha” quando bate aquela vontade de algo gostoso no meio do dia ou tarde da noite e sai comendo miudezas (e beliscão de goiaba se encaixa na categoria), como pela finalização do biscoito, já que é preciso beliscar as pontas de massa com os dedos polegar e indicador pra fechar e colar cada biscoito.

A massa do delicioso beliscão de goiabada fica firme e crocante, mas não é daquela que se esfarele quase que de olhar, mas ela se desmancha na boca.

Experimentei algumas versões, mas ganhou a que costuma ser a favorita, aquela preparada com farinha, açúcar, manteiga e creme de leite espesso (de lata ou caixinha), além de baunilha pra aromatizar (veja o nosso post essências incríveis, cheio de dicas sobre como preparar essências naturais em casa).

Pra preparar, só misturar o açúcar, a manteiga, que tem que estar bem macia, mas não derretida e o creme de leite até conseguir uma pasta grossa. Depois incorporar baunilha e farinha, trabalhar até a massa se soltar das mãos. Então deixar a massa repousar fora da geladeira por uns 30min, abrir, cortar, rechear, fechar e assar.

O recheio é simplesmente goiabada de cortar, pois tem que ser firme o bastante pra não derreter no forno. A última etapa da receita fica por conta do açúcar, já que os biscoitos ainda quentes devem ser retirados da assadeira e rolados no açúcar.

Modelar os biscoitos é simples, basta abrir a massa com um rolo sobre uma superfície levemente polvilhada com farinha ou sobre um saco plástico de freezer, cortar em discos ou quadrados do tamanho escolhido, colocar no centro um tijolinho de goiabada, dobrar duas laterais (se for um disco) ou duas pontas (se for um quadrado), pinçar pra colar e fechar.

Os biscoitos prontos vão pro forno por uns 25 a 30min, até ficarem levemente dourados e crocantes, saem do forno e ainda quentes devem ser rolados no açúcar. Escolhi o açúcar comum pra polvilhar porque gostei mais do resultado e ele sempre finalizou os beliscões que fizeram parte da minha vida, mas também há quem use açúcar de confeiteiro.

Quanto ao rendimento, como sempre acontece com salgados, doces e outras miudezas, tudo depende do tamanho escolhido. Há beliscões maiores, preparados com discos ou quadrados de 2 a 4 cm e os menores, com pedaços de 1,5 a uns 2,5. Fiquei com os menores, que são fofíssimos, e usei um cortador quadrado. A quantidade de goiabada pro recheio em peso é a mesma, mudam os tamanhos pedaços, que têm de ser proporcionais aos de massa.

Biscoitos bem sequinhos duram por uns 5 dias num pote bem fechado. Com a umidade da goiabada, depois desse tempo eles perdem o crocante.

E quanto ao tamanho da receita: diminuí as quantidades ao máximo, pois achei que, pra consumo do dia a dia, não havia motivo pra fazer um monte!!! De biscoitinhos, melhor preparar menos, comer e depois preparar outra coisa.

É o tipo de receita que faz sucesso com crianças e adultos.

Delicioso beliscão de goiabada 2

Ingredientes

  • ½ xícara (chá) de açúcar (75 g)
  • 50 g de manteiga em temperatura ambiente (bem macia, mas não derretida)
  • ½ xícara (chá) de creme de leite espesso (150 g, de lata ou de caixinha)
  • 1 colher (chá) de essência natural de baunilha (veja nosso post Essências incríveis)
  • 1 e ½ xícara (chá) de farinha de trigo, aproximadamente (200 g)
  • 100 g de goiabada de cortar
  • Açúcar pra finalizar (aproximadamente ½ xícara de chá)

Preparo

Misture o açúcar, a manteiga e o creme de leite até obter uma pasta grossa e homogênea.

Junte a baunilha e a farinha e trabalhe até obter uma massa macia e que se solte das mãos (junte um pouquinho mais de farinha se estiver pegajosa demais).

Cubra a massa com filme plástico e deixe descansar por 30min.

Enquanto isso, corte a goiabada em retângulos finos, uns 50 pequenos (uns 4x1x1cm) ou uns 100 miúdos (uns 2×0,5×0,5cm) dependendo do tamanho escolhido para o beliscão. Separe uma assadeira grande com revestimento anti-aderente (não precisa untar, mas, pra facilitar a vida, forre com um retângulo de papel manteiga ou use um tapete de silicone.

Forre com plástico uma superfície lisa e abra a massa com um rolo até ficar fina, como casca de banana. Para beliscões maiores, corte a massa em discos com o auxílio de um copo pequeno (dose de cachaça ou licor) e para os miúdos use um cortador redondo ou quadrado de uns 2 cm.

Coloque um pedacinho de goiabada no centro e dobre a massa, unindo as duas pontas opostas.

Espalhe os biscoitinhos prontos na assadeira (não é preciso deixar mais do que 1cm livre entre eles, pois não crescem quase nada.

Leve os biscoitinhos à geladeira por 10min, enquanto o forno aquece a 180ºC (médio).

Asse os biscoitinhos por uns 25min, até que estejam crocantes e levemente dourados.

Retire a assadeira do forno, solte os biscoitinhos com uma espátula e role os biscoitinhos ainda quentes em mais ou menos ½ xícara (chá) de açúcar.

Deixe esfriar e guarde os biscoitinhos por até 5 dias num pote bem fechado.

1 Commentário

  1. 1

    Oi Helo! Muito obrigada pela receita! Eu e as minhas filhas fizemos ontem, que delícia! Faz tempo que eu procurava uma receita de biscoito, mas nenhuma me deixava feliz com o resultado, até que fizemos este biliscão! Parabéns pelo seu trabalho e paixão pelas receitas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *