Adicionar à minha lista

Cuca “bolo” de goiabada

Ana Bacellar

Há cucas preparadas com massa de pão, que levam fermento biológico e precisam de descanso, e há as mais rápidas, com massa de bolo e fermento químico em pó, daqueles que todo mundo tem em casa.

A massa rica em manteiga dá um bolo macio, mas com estrutura pra receber pedaços de fruta, colheradas de doce de leite (a minha preferida) ou fatias finas de goiabada ou de bananada. Há quem junte a goiabada ou a bananada em cubos, mas num hotel na Serra Gaúcha comi uma cuca forrada de goiabada e sem pedaços caramelizados grudados no fundo da fôrma, então fui conversar e aprendi que em fatias a goiabada dá uma derretidazinha interessante, mas não afunda, e forma uma camada realmente irresistível.

Como sempre acontece com as cucas, a parte mais cobiçada costuma ser a da cobertura crocante, uma farofa amanteigada realmente irresistível.

No Sul, cuca é coisa que todo mundo sempre tem em casa e come no café da manhã, no lanche da tarde, como sobremesa ou até antes de dormir. Quem não prepara a sua cuca, sempre tem de quem comprar uma boa cuca caseira.

A cuca fica ainda melhor quando servida com uma colherada de nata, ou creme de leite bem espesso, e também com iogurte cremosos. Em São Paulo, costumo comprar nata da Piá, que é bem saborosa e espessa, no hipermercado Zaffari.

Ingredientes

Massa

  • 100 g de manteiga em temperatura ambiente
  • 1 xícara (chá) de açúcar (150 g)
  • 1 e ½ xícaras (chá) de farinha de trigo (180 g)
  • ½ colher (sopa) de fermento em pó
  • 2 ovos
  • 1 xícara (chá) de leite (240 ml)
  • Manteiga pra untar
  • Farinha pra polvilhar

Finalização

  • ½ xícara (chá) de farinha de trigo (60 g)
  • 2 colheres (sopa) de açúcar (30 g)
  • 25 g de manteiga gelada em cubinhos miúdos
  • 150 g de goiabada em fatias finas

Preparo

Aqueça o forno a 180ºC (médio-alto), unte com manteiga e polvilhe com farinha uma assadeira média.

Massa – Coloque a manteiga e o açúcar numa tigela e bata com a batedeira até esbranquiçar.

Um a um, acrescente os ovos e continue batendo até conseguir um creme macio.

Aos poucos, e intercalando, junte a farinha e o fermento e o leite, batendo apenas o suficiente pra incorporar tudo e obter uma massa lisa e macia.

Despeje a massa na assadeira e por cima espalhe as fatias de goiabada, reserve.

Farofa da cobertura – Misture numa tigela a farinha, o açúcar e a manteiga e esfarele rapidamente com a ponta dos dedos até conseguir uma farofa grossa. Espalhe a farofa por cima da goiabada.

Asse a cuca por uns 45min, até que esteja crescida, dourada e, enfiando um palito no centro, ele saia limpo.

Deixe esfriar, desenforme e sirva em pedaços com nata, creme de leite espesso ou com iogurte cremoso.

2 Comentários

  1. 1

    Oi Helô, eu fiz a cuca de banana da Rita Lobo e a farofa ficou mole depois que esfriou, é assim mesmo? Eu achava que ficaria crocante.
    Obrigada.

    • 2

      Oi, Vanda! Não vi a receita da Rita para saber o que houve, mas uma receita correta seguindo as proporções, funciona! Tente essa que postei, ela sempre dá certo! Bjs

Deixe uma resposta

O seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *