Adicionar à minha lista

Como fazer uma sopa francesa de cebola

Ana Bacellar Sopa francesa de cebola

Muita gente me pergunta como fazer uma sopa francesa de cebola e aqui vai a receita.

É a tradicionalíssima “soupe à l’oignon gratineé des halles de Paris” que, a princípio, por anos a fio, aqueceu o corpo e a alma de quem andava pela região do antigo mercado quando o frio batia forte nas madrugadas.

O tempo passou, o mercado saiu dali, mas a sopa não. Hoje ainda faz sucesso tanto nos restaurantes da redondeza, como nos bistrôs da França inteira.

Nas décadas de 1960 e 1970, o antigo Ceasa paulistano também preparava uma sopa parecida que, no início, era servida a quem trabalhava por lá. Depois conquistou o público que ia fazer compras e, de tão gostosa, começou a atrair gente de todos os cantos da cidade pra comer a sopa. Eu me lembro de ir até lá com uns 10 anos pra tomar a sopa, que vinha numa cumbuca com queijo derretido por cima.

Aprendi a receita com amigos parisienses, que fazem questão de cozinhar ¾ da cebola num caldo saboroso até ficar quase que se desmanchando. E depois dourar a cebola restante na manteiga pra dar um sabor caramelizado e mais intenso à sopa. Pra perfumar, entram no caldo tomilho, salsinha, louro, salsão, pelo uma pitada de pimenta-do-reino e algumas pitadas de noz-moscada.

É claro que com um caldo caseiro e caprichado de carne, galinha ou legumes a sopa fica muito melhor. Mas a falta do caldo não deve ser motivo pra não fazer, use água se não tiver jeito.

O toque de vinho é essencial pra ressaltar o sabor da cebola e equilibrar a sopa. Mas cabe a cada um escolher entre a leve acidez do vinho branco e a doçura intensa do vinho do Porto. Esses são dois clássicos que dão sopas excelentes, mas diferentes (eu vario).

Como o pão dourado com queijo gruyère derretido na superfície transforma a sopa numa refeição substanciosa e divina (numa cumbuca pequena o resultado é sempre melhor), o ideal é finalizar a sopa em tigelas individuais. O gruyère é o clássico, mas, se preferir, use outro queijo saboroso e que derreta bem.

Aliás, sugiro usarem o pão maravilhoso na panela de ferro. Usar um pão caseiro trás ainda mais sabor para o prato!

Como acho que poucas sopas aquecem tanto, têm sabor tão intenso e até quem diz que não gosta muito de cebola costuma gostar, eu sempre preparo um caldeirão quando sinto que o frio vem chegando e já separo as tigelas pra servir.

Enfim, agora que você já sabe como fazer uma sopa francesa de cebola, bora para cozinha?

Ingredientes

  • 8 cebolas grandes em fatias bem finas (1,5 Kg)
  • 1,5 L de caldo caseiro de carne, de galinha, de legumes ou água
  • 1 amarrado de ervas preparado com 1 folha de louro, vários ramos de salsinha, manjericão e tomilho e folhas e talinhos de salsão
  • 75 g de manteiga
  • ⅓ de xícara (chá) de vinho branco ou do Porto (80 ml)
  • 8 fatias grossas de pão rústico em filão
  • ½ xícara (chá) de queijo gruyère ralado grosso (50 g)
  • Sal
  • Pimenta-do-reino
  • Noz-moscada

Preparo

Numa panela média, aqueça ¾ da cebola, o caldo e o amarrado de ervas. Quando ferver, abaixe o fogo e cozinhe por pelo menos 1h e 30min, até que as fatias estejam se desmanchando. Descarte as ervas, retire do fogo e reserve.

Enquanto isso, numa frigideira média, aqueça ⅔ da manteiga, junte o restante da cebola e uma pitada de sal e deixe murchar. Regue com o vinho e mantenha em fogo alto até que a cebola esteja bem macia e douradas. Retire do fogo, transfira e pra panela do caldo. Acrescente um pouco de noz-moscada ao caldo, depois ajuste o sal e a pimenta e use em seguida, ou prepare até aqui na véspera e deixe na geladeira.

Uns 20min antes de servir, aqueça o forno a 220ºC (alto). Unte com manteiga 8 refratários individuais e coloque numa assadeira. Distribua a sopa entre os potinhos (se ela estiver grossa demais, complete com um pouco de água), coloque por cima uma fatia de pão besuntada com manteiga (com o lado da manteiga para cima) e termine com o queijo.

Leve ao forno por uns 10min para aquecer a sopa, dourar o pão e derreter o queijo e sirva.

10 Comentários

  1. 1
    • 2

      Eugenio, bom dia!
      Tente sim, a receita fica deliciosa, pura França na sua casa.
      Os detalhes são importantíssimos pro sucesso da receita, fazem a diferença entre uma sopa básica e uma super sopa de cebolas.
      Abraços, Ana e Helô

    • 3

      Não entendi quando diz que as fatias devem ficar bem douradas regadas em vinho. Que fatias são essas. Cebolas ou pão. Porque no final vamos utilizar em cima da sopa com o queijo.

      • 4

        Boa noite!
        Acabamos de reorganizar esse parágrafo do preparo e, assim, deixar mais claro. A cebola deverá ficar macia e dourada, pois só assim terá o sabor e o aroma caramelizados que, juntos, dão intensidade à sopa.
        No final, o pão ficará também dourado, com o queijo derretendo por cima.
        Abraços, Ana e Helô

  2. 5
    • 6

      Lili, boa noite!
      Uau!! Com massa folhada a receita também deve ficar deliciosa. A gente vai experimentar.
      Conte pra gente como ficou a sua sopa.
      Abraços, Ana e Helô

  3. 7
  4. 9

    …olha!… não foi à toa que gostei do seu estilo…a sua paixão pela França é igual à minha….Paris é Paris como diz vc mas região de Provence e suas lnavandas …..bum.. .
    bum..bum no coração…mais fã ainda…te seguirei rsrsrs…bisou

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *