Adicionar à minha lista

Como fazer pudim de padaria

Ana Bacellar Como fazer pudim de padaria

Como fazer pudim de padaria saboroso e macio, quer dizer, cremoso e firme, mas com leveza, é uma boa pergunta.

O pudim de padaria é aquele pudim econômico, que não leva ovos em quantidade suficiente pra estruturar o pudim e, pra reforçar essa base da receita, ela leva um pouco de farinha de trigo. O x da questão está na boa proporção entre ovos, leite, açúcar e farinha, pois o pudim não firma se a farinha for pouca e fica pesado se ela for em grande quantidade.

Fazendo os tradicionais pudins nas suas padarias, os portugueses prestam homenagem aos pudins que tanto amam e agradam a sua freguesia com um pudim que tem custo acessível e fica pronto em não muito tempo, já que, com menos ovos e farinha, ele assa em pouco tempo.

Pudins de leite sem e com leite condensado costumam ser aromatizados com baunilha ou raspas de cítricos, já o pudim de padaria normalmente tem aquele sabor que lembra o do bom-bocado, com queijo ralado e coco ralado, como também acontece com pudins de mandioca.

Assim como acontece com muitos pudins, o de padaria é preparado na fôrma caramelizada e é assado em banho-maria e em temperatura baixa, pois assando com calor indireto e com delicadeza o pudim fica bem mais cremoso. E, depois de assar, o pudim tem que descansar na geladeira por umas 6 horas antes de ir à mesa.

Na hora de escolher a fôrma pra assar o pudim de padaria, há duas possibilidades. Pra facilitar a vida e evitar perdas por pudins que desmontam no momento de desenformar, a maioria das padarias assa os seus pudins em assadeiras caramelizadas pra servir as porções em quadrados.

Em algumas padarias e em casa, o mais comum é assar o pudim em fôrmas de buraco no centro, que facilitam a circulação do ar, o cozimento uniforme e mais rápido, pois o tempo de forno diminui quando o calor não precisa chegar ao centro da preparação e servir em fatias.

Assim como acontece com muitos pudins, o pudim de padaria também é assado numa fôrma caramelizada e o caramelo dá vida ao pudim. O banho-maria e a temperatura baixa são essenciais pra chegar à textura cremosa do pudim.

Se quiser conferir outras receitas de pudim, sugiro o de antigamente, o brigadeiro, de doce de leite, o cor de rosa, o de claras e o de tapioca. Se a intenção é inovar, ainda tem o de jabuticaba, o de cupuaçu e o de milho verde. Todos deliciosos!

Além disso, ainda tem um ebook incrível que desenvolvi para o Tá na Mesa sobre pudins, disponível na Amazon.

Agora que você sabe como fazer pudim de padaria, bora fazer uma sobremesa?

Ingredientes

Pudim

  • 4 ovos
  • 1 e 2/3 de xícara de leite (400 ml)
  • 2/3 de xícara de açúcar (100 g)
  • ½ xícara de queijo ralado (50 g)
  • ½ xícara de coco ralado (50 g)
  • ¼ de xícara de farinha de trigo (30 g)

Caramelo

  • 1 xícara de açúcar (150 g)

Preparo

Aqueça o forno a 160ºC (médio-baixo), separe uma assadeira grande, coloque no fundo umas 2 ou 3 folhas de papel absorvente pra fôrma não pular e evitar que o pudim rache, e ferva mais ou menos 1,5 L de água pro banho-maria.

Separe uma fôrma média com buraco no meio ou uma assadeira pequena se preferir servir em quadrados (confira se fôrma ou a assadeira escolhida cabe na assadeira do banho-maria).

Pro caramelo, aqueça o açúcar numa panelinha e, movimentando a própria panela de vez em quando, sem precisar mexer com uma espátula, deixe no fogo até conseguir um caramelo bem dourado, nem claro demais, porque fica muito doce, sem o gosto e sem o aroma de caramelo, e nem escuro demais pra não amargar.

Com cuidado, pois é muito quente, despeje o caramelo na fôrma escolhida pra assar o pudim e, segurando com pano seco, movimente pra forrar totalmente o fundo e as laterais com uma camada de caramelo.

Passe os ovos por uma peneira fina sobre uma tigela média, junte o leite, o açúcar, o queijo, o coco e a farinha e misture com um batedor de arame até obter um creme liso.

Despeje o creme na fôrma caramelizada e coloque a fôrma na assadeira com a água do banho-maria.

Asse por uns 45min, até que o pudim esteja firme e dourado (ao enfiar um palito no centro, ele deverá sair limpo).

Espere esfriar, leve à geladeira por umas 6h e desenforme sobre um prato de bordas altas pra servir em fatias ou, se assar numa assadeira, corte e sirva em quadrados.

Regue as porções com mais calda na hora de servir.

2 Comentários

  1. 1
    • 2

      Carla, bom dia!
      Pode ser um parmesão simples ou um queijo meia-cura ralado, com os dois o pudim fica delicioso.
      Continue aqui Na Cozinha da Helô, aqui não faltam receitas, fotos, dicas e histórias apetitosas.
      Abraços, Ana e Helô

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *