Adicionar à minha lista

Como fazer flan romeu e julieta

Ana Bacellar Flan romeu e julieta

No post de hoje ensino como fazer flan Romeu e Julieta, quer dizer, um flan delicioso de queijo branco com goiabada, dupla que faz o maior sucesso aqui no Brasil.

O flan de queijo branco é simples de preparar e leva ingredientes que muita gente tem em casa: queijo branco, gelatina sem sabor e leite condensado, além de água, e a goiabada cremosa faz o papel de calda.

A receita deixa mais emocionante a hora da sobremesa de uma refeição do dia a dia, mais também faz bonito na hora de receber.

Além de tudo, o flan ainda é prático, fogo só pra ferver a água que é usada pra dissolver a gelatina. De resto tudo acontece no liquidificador.

Dá pra colocar o flan numa fôrma comum de pudim, mas ele fica ainda mais lindo se a fôrma for decorada. E falando em lindo, eu acho que a combinação da brancura do pudim com o avermelhado da goiabada chega à mesa arrasando.

A receita é prática, pois o flan fica perfeito na geladeira por até 2 dias, mas deixe pra desenformar e pra acrescentar a goiabada só na hora de servir.

Agora que você sabe como fazer flan Romeu e Julieta, bora pra cozinha?

Ingredientes

  • 1 envelope de gelatina incolor e sem sabor (12 g)
  • ⅓ de xícara (chá) de água fria (80 ml)
  • 500 g de queijo de minas fresco em cubos médios
  • 1 lata de leite condensado (395 g, 1 e ½ xícara de chá)
  • 1 e ½ xícara (chá) de água fervente (360 ml)
  • 200 g de goiabada mole diluída em ⅓ de xícara (chá) de água quente

Preparo

Coloque a gelatina e a água fria numa tigelinha e deixe hidratar 1min.

Enquanto isso, bata o queijo, o leite condensado e metade da água fervente no liquidificador até obter um creme liso. Passe pra uma tigela.

Junte a água fervente restante à gelatina e mexa até dissolver, depois misture ao creme de queijo.
Molhe com água uma fôrma média de buraco no meio. Coloque o creme na fôrma e leve à geladeira de 3 a 48h.

Na hora de servir, pressione toda a borda de leve pra soltar o pudim e, se estiver difícil, tente soltar um canto com a ponta de uma faca pra soltar o ar, acabando com qualquer vácuo e desenforme o flan sobre um prato.

Coloque a goiabada ao redor do flan e sirva gelado.

2 Comentários

  1. 1

    Oi, Helô! Tudo bem?
    Estava aqui, xeretando e li “flan”! Pensei: é ela q vai me esclarecer!
    Qual é a diferença entre FLAN – PUDIM – e (acho) q tem mais um doce parecido q no momento ñ me lembro o nome.
    Hoje em dia a gente vê muuuuitas receitas de “pudim” com gelatina q o próprio pudim se descaracterizou. Ou rstou ficando uma velha maníaca?kkk
    É claro q ñ vou corrigir o mundo, mas só p meu deleite, vc pideria, por favor, me esclarecer?
    Agradeço sua atenção. Abjos.

    • 2

      Jocely, bom dia!!!
      A gente amou o seu comentários, pois essas dúvidas surgiram quando fizemos a mesa sobre Pudim pro Tá na Mesa.
      Em breve, postarei o meu texto sobre pudins em geral e, com certeza, você vai gostar.
      Depois de pesquisar muito sobre origens de pudim, de comparar com métodos e receitas parecidas, a gente concluiu que o nosso pudim cremoso, com ovos e que necessita de forno é semelhante aos flans franceses e espanhóis, apesar de ter o nome pudding que seria um nome inglês pra pudins mais densos (christmas pudding, toffee ginger pudding, summer pudding, bread pudding).
      Pra chegar classificar de um jeito mais lógico e coerente com o que se faz no Brasil, a gente decidiu usar a palavra pudim pra todos os assados e deixar flan pra todos que firmam na geladeira, normalmente com gelatina e que só dependem de fogo pra ferver a água pra diluir a gelatina.
      Também não queremos corrigir o mundo, mas que é confuso é….
      Conte com a gente, abraços, Ana e Helô

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *