Adicionar à minha lista

COMO FAZER CREME DE ERVILHA

creme de ervilha

Minhas lembranças desse creme são bem dos tempos de criança, ainda nos 1960 e 1970. Bastava esfriar um pouco e minha mãe já separava uma ou duas latinhas de ervilha em conserva, pois só essa existia, e, em pouco tempo, chegava à mesa uma sopeira com um creme de ervilha aveludado, saboroso, com um verde delicado e lindo. Ele era tão bom que alguns primos totalmente avessos aos “verdes” tomavam a sopa. Pro meu pai era creme de petits pois.

No finalzinho dos 1980, numa noite muito fria, o meu marido e eu estávamos andando por uma ruazinha que beirava um canal em Amsterdã quando vimos uma taverna com um ar de antigamente, com mesas de madeira bem rústicas, uma quadradinha pequena, outra retangular bem grande e outra redonda. Então entramos, pedimos a sopa do dia e logo chegaram à mesa duas tigelas antigas lindíssimas daquele creme de ervilhas com bacon tostadinho por cima. O sabor era praticamente o mesmo do “de casa”, tinha só um toque a mais de alho-poró e de salsão.

Pensei, então, em dar a receita desse creme de ervilha totalmente simples, usando aquela lata de ervilha que muita!!!!!!!!!! gente tem na despensa (eu também). Além da ervilha da conserva já escorrida, pois o líquido costuma ser salgado, basta ter um pedaço de manteiga, uma cebola, um tanto de água e um pouco de bacon. O bacon, que pode ser substituído por presunto ou por rodelas finas de linguiça defumada, vai muito bem com o leve adocicado da ervilha e deixa a receita mais interessante. Sem o bacon a sopa passa a ser vegetariana e pra virar vegana basta deixar a manteiga de lado e preparar o refogado com azeite ou qualquer outro óleo vegetal. Pra deixar a sopa mais chiquezinha é só usar alho-poró no lugar da cebola e algo pra aromatizar, como uma folha de louro ou umas de salsão.

A sopa fica pronta num piscar de olhos, no máximo uns 45 minutos. O processo envolve abrir a lata de ervilha em conserva, ou o saco de ervilha congelada, cortar a cebola e o bacon, dourar o bacon pra finalização, refogar a cebola e ervilha, cozinhar por 5 a 10 minutos (as frescas demoram mais), bater no liquidificador, aquecer de novo, ajustar os temperos e servir com o bacon crocante por cima.

Como a ervilha em conserva já tem o salgadinho e o gosto que a gente tem na memória, a sopa fica boa mesmo usando só água na hora de cozinhar.
A sopa preparada com ervilhas frescas, que vêm congeladas e podem entrar ainda duras na panela, fica maravilhosa e com um verde lindo. Pra deixar a sopa de ervilhas frescas mais saborosa vale usar um caldo caseiro de legumes ou de frango.

Também fica deliciosa a sopa feita com ervilhas secas já cozidas, como se faz com feijão. Nesse caso, use o próprio caldo do cozimento das ervilhas no lugar da água da sopa. Quando compro um pacote de ervilhas secas, eu cozinho e congelo pra usar em duas ou três receitas, pois rende bastante.

Por último: como sempre, as latas variam de tamanho. As grandes costumam ter 280 g de ervilha já drenada ou escorrida e as comuns vêm com 200 g. Usei uma grande, pois achei que 280 g o resultado ficou mais rico, mas com 1 lata comum a receita também funciona, será só um tiquinho mais rala. Se quiser abrir 2 latas, dá pra aumentar um pouco a água e ter 1 ou 2 porções a mais, ou usar o necessário pra sopa e deixar o restante pra servir com uma salada, como a salada francesa de batata, ou pra entrar na receita do arroz de forno de frango e legumes.

Difícil ser mais simples e mais básico, mas é bem bom.

Ingredientes

  • 100 g de bacon em tirinhas finas ou em cubinhos
  • 25 g de manteiga
  • 1 cebola média em cubinhos
  • 1 e 1/3 de xícara (chá) de ervilha em conserva já escorrida (280 g; normalmente
  • 3 xícaras (chá) de água ou caldo de legumes (720 ml)
  • 1 folha de louro
  • Sal

Preparo

Aqueça o bacon numa panela média e, mexendo de vez em quando, deixe em fogo médio até que comece a dourar. Passe o bacon dourado pra uma tigela forrada com papel toalha e reserve.

Coloque a manteiga na mesma panela e junte a cebola com uma pitada de sal. Quando a cebola começar a dourar, acrescente a ervilha, a água e o louro. Deixe ferver por uns 5 minutos (ou um pouco mais se a ervilha for fresca, pois precisa amaciar) e retire do fogo.

Bata a sopa no liquidificador, ponha de volta na panela e leve ao fogo. Deixe ferver por 1 minuto, acerte o sal, junte os cubinhos do bacon e sirva.

creme de ervilha

3 Comentários

  1. 1
    • 2

      Suellen, bom dia!
      Obrigada pela observação, só assim a gente pode melhorar. O cuidado do Na Cozinha da Helô é grande, mas, na pressa de preparar mais uma receita pra essas noites frias, a gente deixou passar o erro, mas foi arrumado agora mesmo.
      Conte sempre com a gente.
      Abraços, Ana e Helô

  2. 3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *