Adicionar à minha lista

Como fazer bolo da rainha

Rosca portuguesa com nozes, amêndoas, castanhas e uva-passa

Ana Bacellar como fazer bolo da rainha

Hoje vou ensinar como fazer Bolo da Rainha, uma receita portuguesa super tradicional pra servir em 6 de janeiro, o dia em que se comemora a visita dos três Reis Magos ao menino Jesus.

O costume de preparar doces pra comemorar a data é muito antiga e muitos países europeus e das Américas têm receitas especiais pra esse dia, o décimo segundo dia após o Natal. E é incrível saber algumas receitas, como a galette des rois, têm raízes que chegam ao século quatro. É muita tradição!

Quase todas essas receitas são doces e têm ingredientes em comum. São bolos, tortas e pães doces muito perfumados e que levam amêndoas, nozes, castanhas, uva-passa e frutas desidratadas e cristalizadas. Muitas delas ainda seguem um costume cheio de encantos: quem prepara o doce esconde dentro dele um mini-bibelot de porcelana, que pode ser um rei, uma rainha ou coisinhas variadas, até mesmo uma cerejinha (tenho uma dessas e guardo com o maior carinho). Quando o doce é servido, quem encontra o bibelot no meio do seu pedaço recebe uma coroa, hoje feita de papel dourado, e passa a reinar nesse dia, com os outros convidados tendo que satisfazer as suas vontades.

Na França e no Québec, no Canadá, não há padaria ou confeitaria que prepare a galette des rois, uma torta fechada feita com massa folhada e recheada com creme de amêndoas e na Espanha servem uma torta parecida, o Tortell de Rey recheado com marzipã.

Aí vêm os muitos bolos dos 3 Reis Magos, como os italianos Torta dei Re Magi, Focaccia della Befana e Panettone (lá também fazem biscoitos como o Calzete della Befana), a Vasilopita da Grécia e dos países vizinhos, o Ciasto Trzech króli da Polônia, o Dreikönigskuchen da Alemanha e da Suiça, o Roscón de Reys, ou Rosco de Reys, da Espanha e do México, o Twelfh Night Cake inglês, o King Cake de New Orleans nos Estados Unidos e o Bolo Rei ou Bolo de Magos e o Bolo da Rainha portugueses. Desses pães doces, muitos são moldados no formato de anel e decorados como se fossem coroas.

Os portugueses Bolo Rei e Bolo da Rainha são feitos a partir de uma mesma massa que leva farinha de trigo, fermento para pão, leite, açúcar, ovos, manteiga, raspas de limão e de laranja, essência de baunilha e vinho do Porto. No Bolo Rei, além das nozes, amêndoas, castanhas e uva-passa, há uma quantidade grande de frutas cristalizadas, enquanto no Bolo da Rainha as frutas cristalizadas costumam ficar de fora. Com a mesma massa, são feitos outros bolos também pro mesmo dia 6 de janeiro, como o Pão de Deus que leva coco, pão com chocolate e os bolos escangalhados. É importante saber que apesar desses doces serem chamados de bolos em Portugal, por aqui eles são pães doces ou roscas, já que têm massa de pão.

Como sempre, estudei, pesquisei e experimentei bastante até chegar à receita que me deixou feliz. A receita é clássica, apenas acertei quantidades e tempos, juntei detalhes que fazem a diferença e aproveitei as dicas que valiam a pena.

Vale usar a batedeira pra preparar a massa, que se feita na mão leva uns 20min pra ficar bem macia, e também, depois do repouso de umas 2h, incorporar os frutos todos. Acredite, a quantidade de frutos é grande e dá um trabalhinho fazer a tarefa com as mãos. E também acredite que a quantidade de frutos parece bem exagerada, mas depois de assar tudo fica na medida certa.

Uma explicação: como quis fazer um Bolo da Rainha, não usei frutas cristalizadas, mas como na massa há raspas de laranja e eu queria acentuar ainda mais o sabor e o perfume da laranja, resolvi usar 2 fatias de laranja em calda com um pouquinho da calda e amei o resultado. Usei a minha conserva inglesa de laranja porque tinha 1 pote dela em casa, mas pode ser de qualquer doce de laranja, como a laranja da terra em calda. A calda umedece os frutos secos, que ficam mais úmidos e, assim, deixam a massa mais saborosa e não douram demais quando ficam expostos na superfície do pão. Não é obrigatório usar a laranja em calda, mas garanto que vale a pena.

Eu estava na fazenda no dia em que preparei o meu Bolo da Rainha pra fotografar. O perfume do pão doce no forno e saindo do forno era tão irresistível que confesso que não foi nada fácil esperar amornar por uns 15min pra poder fotografar e depois comer uma fatia. Nem 5min depois da Ana terminar a foto, os meus pais, a minha irmã e um dos meus irmãos chegaram em casa pra uma visitinha dizendo que dava pra sentir o cheiro de pão saindo do forno de longe. Eles foram direto pra cozinha e, em poucos minutos, meia rosca foi devorada.

como fazer bolo de rainha 2

Ingredientes

Massa

  • 3 colheres (chá) e fermento biológico seco
  • ½ xícara de leite morno (124 ml)
  • 3 e 1/3 de xícara de farinha de trigo (400 g, aproximadamente)
  • 1/2 xícara de açúcar (75 g)
  • 2 ovos
  • 1 colher (chá) de sal
  • 1 colher (sopa) de essência natural de baunilha (experimente as nossas essências incríveis)
  • 2 colheres (sopa) de vinho do Porto
  • Raspas de 1 limão
  • Raspas de 1 laranja
  • 50 g de manteiga em temperatura ambiente e bem macia
  • 300 g de frutos secos, desidratados ou até cristalizados (usei 1/2 xícara de uva passa, 1/2 xícara de nozes, 1/2 xícara de amêndoas inteiras, 1/3 de xícara de castanhas-de-caju)

Opcional

  • ¼ de xícara de laranja em calda picadinhas
  • 1 colher (sopa) da calda (usei a conserva em inglesa de laranja, mas também pode ser laranja da terra em calda)
  • Farinha de trigo pra polvilhar
  • Açúcar de confeiteiro pra polvilhar

Preparo

Numa tigelinha, misture o fermento, o leite, 1/4 xícara de farinha e 1 colher (sopa) de açúcar e deixe descansar por mais ou menos 15 minutos, até espumar bem.

Enquanto isso, coloque na batedeira 2 e 1/2 xícaras da farinha, o restante do açúcar, os ovos, o sal, a baunilha, o vinho do Porto, as raspas do limão e da laranja e a manteiga. Se preferir, coloque tudo numa tigela comum pra preparar a massa com as mãos, apenas o tempo pra sovar a massa será maior, mais ou menos 20min de trabalho na bancada.

Coloque a mistura do fermento na batedeira e, em velocidade baixa e usando o gancho, bata até incorporar.

Continue batendo por uns 5min, a massa primeiro vai firmar e depois vai começar a amolecer, então aumente pra velocidade média e, acrescentando pouquinhos de farinha se necessário, mas usando o mínimo possível de farinha, continue batendo até que a massa fique bem macia, lisa e descole da tigela da batedeira.

Retire a massa da batedeira e faça uma bola com a massa polvilhando com o mínimo possível de farinha.

Limpe a tigela da batedeira se estiver com massa grudada, polvilhe com um pouquinho de farinha e volte com a massa pra tigela.

Cubra com filme e deixe repousar por umas 2h, ou até dobrar de volume.

Enquanto isso, pro recheio, misture numa tigela todas os frutos com a laranja em calda picada e a calda da laranja e deixe repousar pra umedecer por pelo menos 1h. A quantidade de frutos parece bem grande, mas quando a rosca estiver pronta ela ficará com frutos espalhados e de acordo com a tradição.

Quando a massa estiver crescida, abaixe com as mãos pra retirar o ar, espalhe as frutas por cima e, em velocidade baixa, bata novamente com a batedeira com o gancho apenas o suficiente pra incorporar os frutos à massa de um jeito uniforme. Dá pra fazer isso com as mãos, mas leva um pouco de tempo, pois a quantidade de frutos é grande.

Separe uma assadeira grande e forre com papel manteiga, reserve.

Polvilhe levemente uma superfície com farinha e faça uma bola com a massa tentando deixar o mais perfeita possível. Pressione o polegar no centro da bola pra abrir um furo e depois vá alargando esse furo até ficar com uns 12 cm de diâmetro e com a massa formando um aro bem uniforme. Coloque o aro sobre a assadeira, acerte o formato, cubra com um pano limpo e deixe crescer novamente por mais ou menos 1h e meia, até dobrar de tamanho de novo.

Quando faltarem uns 10min pra completar o tempo, aqueça o forno a 180ºC (médio).

Com muita delicadeza, pincele a superfície com a gema.

Leve a rosca ao forno e asse por uns 30min, até que esteja bem crescida e dourada de todos os lados.

Retire a rosca do forno e polvilhe ainda quente com açúcar de confeiteiro, aguarde 10min e polvilhe de novo.

Deixe amornar por uns 10min, transfira a rosca pra uma grade e deixe amornar antes de fatiar.

Se quiser, polvilhe novamente com mais açúcar de confeiteiro antes de servir.

2 Comentários

  1. 1
    • 2

      Regina, bom dia!
      Delícia saber que você gostou da receita.
      Conte pra gente como ficou e continue aqui Na Cozinha da Helô, pois não faltam histórias, dicas, receitas e fotos apetitosas.
      Abraços, Ana e Helô

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *