Adicionar à minha lista

Como fazer arroz doce de casa de avó

Ana Bacellar como-fazer-arroz-doce-da-vovó

Eu me sinto criança quando seguro uma tigela de arroz doce polvilhado com canela. Só fica faltando o banquinho da cozinha da casa da minha avó. Gosto tanto que resolvi ensinar aqui como fazer arroz doce de casa de avó.

O doce é cremoso, perfumado, saboroso, vai bem quentinho, em temperatura ambiente ou gelado e deixa a refeição com aquele ar caseiro que tanto me encanta.

Há quem jure que arroz doce só se come no Brasil, mas não é bem assim!

A gente aprendeu a gostar dele com os portugueses, que amam, preparam tigelas e mais tigelas em qualquer ocasião especial. E ainda se dão ao luxo de cortar toalhas de papel fazendo rendados e, quando polvilham com canela, aparece um desenho lindo na superfície. No dia da foto, eu recortei um coração num pedaço de papel manteiga e fiquei com um coração fofíssimo estampado no doce. Puro amor e pura doçura!

Na França, o riz au lait é uma das sobremesas caseiras mais queridas. No México, o bom arroz dulce con leche finaliza as refeições com chave de ouro.

Antes de mais nada, é simples preparar arroz doce, mas há uns truquezinhos que transformam o doce básico naquele dos sonhos.

Primeiramente, comece cozinhando o arroz apenas em água com os aromatizantes escolhidos. Como fazia a minha avó, eu gosto de usar fitas de limão, de laranja, canela, cravo e baunilha. Mas nada impede que se use anis estrelado, noz moscada, cardamomo, como fazem na Índia e no Irã, já usei até casca de mexerica. E cozinhar por quanto tempo? Por uns 15min, até os grãos ficarem cozidos, mas ainda inteiros.

Na segunda fase, com o arroz já macio, entram o leite, a baunilha e o açúcar e tudo cozinha por mais uns 15 minutos até se formar o creme saboroso. Só pra entender: os grãos não amaciam se cozidos direto com açúcar e o leite.

Já com um creme delicioso envolvendo os grãos de arroz, vem a terceira fase, que é a da super cremosidade. Para conseguir essa cremosidade tão deliciosa e o toque final da baunilha, entram na panela uma pasta de gema com um tiquinho de açúcar e a baunilha e a manteiga. Nessa hora, só esperar ferver de novo para engrossar e retirar do fogo.

Vem, então, a última fase, que é a mais difícil: aguardar o arroz doce esfriar, em temperatura ambiente, por umas duas horas, pois só então ele atinge a cremosidade perfeita.

Ou seja, não é difícil, mas vale muito a pena preparar a receita dessa forma.

Apesar disso, não tenho nada contra quem faz a receita com leite condensado, eu mesma adoro leite condensado e uso em muitas receitas, mas o arroz doce dos meus sonhos é só com leite.

Aliás, num dia em que eu não tinha açúcar comum, usei açúcar mascavo e terminei com um arroz doce com gosto de rapadura e, depois disso, já preparei esse arroz doce moreninho algumas vezes (é a prova de que do improviso nascem muitas receitas). Também já fiz com mel e ficou sensacional, tanto que qualquer dia desses eu darei a receita.

Agora que você já sabe como fazer arroz doce de casa de avó, pode já ir se preparando para cozinhar!

Ingredientes

Fase 1

  • 2 xícaras (chá) de água (500 ml)
  • 1 fita larga de casca de laranja sem a parte branca
  • 1 fitas largas de casca de limão sem a parte branca
  • 1 pedaço de uns 2 cm de canela em pau 2 cravos
  • ¾ de xícara (chá) de arroz branco bem lavado e escorrido (150 g)

Fase 2

  • 1 e ½ xícara (chá) de leite (360 ml)
  • 1 xícara (chá) de açúcar (150 g)

Fase 3 e finalização

  • 1 colher (chá) de essência de baunilha
  • 1 gema
  • 1 colher (sopa) de açúcar (15 g)
  • 15 g de manteiga gelada em cubinhos
  • Canela em pó pra polvilhar

Preparo

Pra começar, numa panela média, aqueça a água, as cascas de laranja, de limão, a canela em pau e o cravo.

Quando ferver, conte 1min, junte o arroz e cozinhe com a panela tampada parcialmente por 15min, até que os grãos estejam macios.

Em seguida, abaixe o fogo, junte o leite e o açúcar e cozinhe por mais 20min, até formar um creme ralo, ligeiramente brilhante e que cubra o dorso da colher com uma camada fina (risque com a ponta do dedo pra testar. É fundamental não deixar encorpar muito, pois ele firme depois de esfriar. Descarte as cascas de laranja e de limão, a canela e o cravo.

Então, misture a baunilha, a gema, o açúcar numa tigelinha até obter uma pasta.

Coloque essa pasta e a manteiga na panela do arroz doce e misture por mais 3 a 5min, apenas até ferver e engrossar.

Retire o arroz doce do fogo e transfira pra tigela de servir.

Deixe esfriar por umas 2h em temperatura ambiente e sirva ou leve à geladeira por até 2 dias e sirva gelado.

Polvilhe com canela na hora de servir.

1 Commentário

  1. 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *