Adicionar à minha lista

Chutney de tamarindo e uva passa

Ana Bacellar

Quem gosta de comida indiana ou de mesclar o salgado da carne ao agridoce do chutney, ou acha o máximo começar a refeição lambiscando pedaços de pão com pastas saborosas, com certeza vai gostar dessa receita.

Eu adoro tamarindo, uma fruta tropical de polpa muito ácida, mas doce, e que dá ótimos refrescos e sorvetes.

Quando tenho tamarindos frescos, eu quebro e descarto a casca dura, puxo e retiro os fios, coloco a polpa com as sementes numa tigela com água fervente e deixo amolecer por mais ou menos meia hora, então passo pela peneira. Se não tenho as favas frescas, vou atrás da polpa congelada, ou da polpa prensada, encontrada em lojas de produtos orientais, ou do suco concentrado engarrafado, que sempre aparece nas prateleiras dos supermercados.

As uvas-passas, sempre doces, contrastam com a acidez do tamarindo e também dão textura ao chutney.

A receita é prática pra receber, pois fica perfeita na geladeira por até um mês na geladeira.

Ingredientes

  • 2 xícaras (chá) de suco concentrado ou 200 g de polpa de tamarindo congelada ou prensada ou 350 g de tamarindo fresco já descascado
  • 3/4 de xícara (chá) de açúcar mascavo (150 g)
  • 1 colher (chá) de cominho em pó
  • 1/2 colher (chá) de gengibre em pó
  • 1 colher (chá) de páprica doce
  • 1/4 de xícara (chá) de uva passa escura miúda (35 g)

Preparo

Se o tamarindo for fresco, quebre e descarte a casca, coloque o restante numa tigela, cubra com umas 2 xícaras (chá) de água fervente, aguarde 30min e passe por uma peneira, pressionando bem, para extrair a polpa.

Numa panela média, misture a polpa do tamarindo com o açúcar, o cominho, o gengibre e a páprica e mexa até dissolver. Junte a uva passa e cozinhe em fogo baixo por uns 30min, até engrossar.

Espere esfriar e guarde num pote com tampa na geladeira por até 1 mês e sirva acompanhando pães e grelhados.

Deixe uma resposta

O seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *