Adicionar à minha lista

Castanhada com canela

Na última ida ao Pará, logo no primeiro almoço, comi uma castanhada maravilhosa preparada pela Dani Martins, no “Lá em Casa”. Na verdade, pra entender uma castanhada é só pensar numa cocada, só que sem coco e sim com castanhas-do-Brasil/Pará. Simples assim e bom demais.

Voltei pra São Paulo e continuei sonhando com a castanhada da Dani, mas só usando as castanhas já secas que a gente encontra por aqui o resultado ficaria bem longe da castanhada dos sonhos. O x da receita está justamente na castanha, que deve ser fresquíssima, suculenta e muito leitosa e, a não ser no Norte do Brasil, é raro conseguir uma castanha assim.

Pensei e repensei até chegar à solução mais simples de todas e viável pra todos que não tem uma castanheira por perto: acrescentei um pouco de leite de castanhas, que hoje a gente encontra em vários supermercados na parte de leites vegetais, e consegui me aproximar do leitoso da castanha fresca. Não é a mesma coisa, pois a castanha fresca é incrível demais, mas dá pra tapear.

Sem o leite a receita fica só um pouco menos cremosa, mas também funciona, basta acertar a consistência com um pouco de água.

Pra perfumar, juntei um pedaço de canela em pau à calda e polvilhei o doce pronto com canela em pó. Usei canela simplesmente porque amo canela, mas dá pra usar a especiaria que quiser.

Dá pra comer a castanhada quente, em temperatura ambiente ou gelada. Sobremesa bem brasileira e deliciosa, além de rápida e perfeita pra receber no improviso.

Ingredientes

  • 1 xícara (chá) de água (240 ml)
  • 1 e 1/2 xícara (chá) de açúcar (225 g)
  • 1 pedaço de uns 3 cm de canela em pau
  • 2 xícaras (chá) de castanha-do-Brasil/Pará grosseiramente moída (200 g)
  • 1 xícara (chá) de leite de castanha-do-Brasil/Pará (240 ml)
  • Canela em pó pra polvilhar

Preparo

Numa panela média, aqueça a água e o açúcar, mexa só até dissolver, junte a canela em pau e deixe ferver por uns 5min, até a calda começar a brilhar.

Junte a castanha e, mexendo de minuto em minuto, mantenha no fogo por uns 10min, até surgirem bolhas e o doce começar a encorpar (ele ainda estará meio mole, mas depois engrossa).

Acrescente o leite da castanha, deixe ferver por 1min e retire do fogo (a cocada vai firmar quando esfriar). firma um pouco quando esfria).

Espere amornar, passe pra uma compoteira e polvilhe com canela na hora de servir.

A castanhada pode ser servida quente, em temperatura ambiente ou gelada e se conserva bem por uns 3 dias na geladeira (não muito mais apenas pelo leite).

Deixe uma resposta

O seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *