Adicionar à minha lista

Carne moída caseira

Ana Bacellar

Carne moída com cubos macios de batata e pedaços de pimentãozinho cambuci, que é saboroso, perfumado, mas nada picante (ou de outro pimentão), ou com lascas de azeitonas ou ovo cozido picado, bem temperada e com bastante salsinha e cebolinha, ou coentro, ou sem acréscimos e só a carne temperadinha, é pura comida caseira e de verdade.

Eu adoro e sinto água na boca só em pensar num prato de carne moída com arroz, feijão e uma salada de folhas.

Há quem pense que é bobagem perder tempo pra ensinar a fazer algo tão simples, mas eu discordo, até um queijo quente tem as suas manhas. Tenho horror da carne moída clássica de hospital, quase acinzentada, com gosto de cozida, também não gosto quando a carne até tem sabor, mas de tão ensopada quase que vira sopa, e acho péssima a carne que, de tanto fritar, acaba torrando e nadando na gordura.

Sempre faço do mesmo jeito: aqueço um fio de óleo numa frigideira grande, deixo a cebola murchar e começar a dourar, então acrescento a carne e vou mexendo pra soltar todos os grumos e dourar por igual, sem juntar líquido (quando a panela é apertada, a carne começa a cozinhar no próprio líquido antes de dourar) e sem fritar e torrar, junto a batata, o pimentãozinho, mexo pra perfumar (o aroma é demais de bom!), acrescento a polpa de tomate, sal e a água (só junto água porque a batata precisa de um pouco de líquido pra cozinhar, e vou acrescentando mais um pouco se necessário) e deixo no fogo até a batata ficar bem macia (espeto com um garfo pra testar), aí acerto o sal, misturo a salsinha e cebolinha e pra mesa. Acredite, dourar a carne é essencial pra conseguir que ela fique saborosa e apetitosa.

Pra variar, deixo a batata de lado e acrescento rodelas finas de mandioquinha ou cubos de batata-doce (sempre 200 g), ou não coloco nem pimentãozinho e nem batata e junto 2 ovos cozidos em pedaços e 2 colheres (sopa) de lascas de azeitona. Com pimentão vermelho ou vermelho (1/4 de pimentão), uns 2 tomate em cubinhos ou 100 g vagem picadinha a carne também fica deliciosa. Quando não usa batata, mandioquinha ou batata-doce, não acrescento nada de água, pois a carne cozinha rápido, não precisa de líquido extra, só o que a carne naturalmente solta já basta.

Preparada desse jeito e incrementada como cada um quiser e de acordo com o momento, a carne moída pode ser usada num escondidinho; pra rechear crêpe (ou panqueca bem básica, coberta com molho de tomate, polvilhada com queijo ralado e forno), como base do recheio do pão com picadinho da minha mãe, pra servir com massas, como recheio de rissole ou de pastel comum (veja as receita pastéis de carne, queijo e palmito e assista aos vídeos tanto da crêpe como da pastelaria em casa – pastéis variados).

Enfim, não há dúvida de que carne moída caseira está na lista das receitas super versáteis e que agradam tanto as crianças (de qualquer idade) como os adultos.

Ingredientes

  • 1 cebola média em cubinhos (150 g)
  • 400 g de carne moída (patinho, ou coxão mole, ou acém)
  • 1 batata grande em cubinhos de 0,5 cm (200 g)
  • 4 pimentõezinhos cambuci em cubinhos (100 g, ou ¼ de pimentão verde ou vermelho)
  • 2 colheres (sopa) de polpa de tomate (40 g)
  • ½ xícara (chá) de água (120 ml)
  • 2 colheres (sopa) de salsinha e cebolinha picadas (3 ramos)
  • Óleo vegetal
  • Sal

Preparo

Aqueça um fio de óleo numa panela média, doure ligeiramente a cebola, junte a carne, sal e pimenta e mexa até soltar os grumos e a carne começar a dourar. É realmente importante esperar começar a dourar, pois a carne fica com gosto de cozida quando os outros ingredientes então na panela enquanto ela ainda está acinzentada.

Junte a batata, os pimentõezinhos, espere perfumar, acrescente a polpa de tomate, sal e a água.

Mantenha em fogo baixo por uns 20min, até que a batata esteja macia e o perfume da panela fique delicioso (se a carne secar antes da batata amaciar, junte mais um pouco de água).

Se quiser, acrescente 2 ovos cozidos em cubos ou 2 colheres (sopa) de lascas de azeitona.

Acrescente a salsinha e a cebolinha, acerte o sal e sirva.

5 Comentários

  1. 1
  2. 2
  3. 4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *