Adicionar à minha lista

Bombocado de mandioca

Aprenda a fazer um bombocado de queijo, coco e mandioca delicioso

Bombocado de mandioca - Por Ana Bacellar bombocado de mandioca

Eu sou uma ratinha, adoro queijo e tudo que leva queijo, e adoro coco e tudo que leva coco e adoro mandioca e tudo que leva mandioca, logo, adoro bombocado de queijo, coco e mandioca. Simples assim.

Os ingredientes do bombocado

A quantidade de mandioca pequena e ralar é tarefa simples.

Com coco fresco ralado, que também é fácil de encontrar, o bom-bocado fica espetacular, mas, se não der, paciência, use coco seco.

Nada como usar um bom queijo mineiro curado ou algum outro queijo saboroso e bom de ralar. Mas, na falta deles, vale até abrir um pacotinho de parmesão. Só não use um queijo muito macio e fresco, pois o bom-bocado perde em textura e em sabor, fica mais mole e úmido e sem graça de gosto.

Mão na massa

O preparo é simples e rápido, mesmo começando com uma caldinha básica de açúcar, que é realmente fácil de preparar, não se apavore, coragem. Depois da calda, só juntar queijo, mandioca, manteiga, farinha, fermento e ovo, deixar a massa descansar por uma hora já na assadeira e forno.

Por dentro, aquele cremoso cheio dos crespinhos do coco e da mandioca e, por fora, aquela crosta dourada e açucarada divina.

Em casa, costumo assá-los numa assadeira retangular, quadrada ou redonda, das bem comuns, corto em quadrados ou fatias e sirvo, mas pra servir em festas o mais simples é assar em forminhas de papel e cada um come direto da forminha. Acho que vou até o supermercado comprar mandioca e coco e pra cozinha preparar uma receita.

Ingredientes

  • 1 xícara (chá) de água (240 ml)
  • 2 xícaras (chá) de açúcar (300 g)
  • 50 g de manteiga
  • 250 g de mandioca crua sem casca
  • ½ xícara (chá) de coco fresco ralado (40 g)
  • ½ xícara (chá) de farinha de trigo (60 g)
  • 2 ovos
  • 1/2 colher (sopa) de fermento em pó
  • 1/2 xícara (chá) de queijo mineiro curado ralado grosso (50g)
  • Manteiga pra untar
  • Açúcar pra polvilhar

Preparo

Numa panela média, aqueça a água e o açúcar, mexa só até dissolver e deixe ferver por uns 5min, até conseguir uma calda rala.

Retire do fogo, junte a manteiga e deixe amornar por uns 15min.

Enquanto isso, unte com manteiga e polvilhe com açúcar uma assadeira média.

Rale a mandioca e coloque numa tigela grande com o caldinho. Misture o coco, a farinha, os ovos, o fermento, o queijo e a calda, despeje na assadeira e deixe repousar por 1h.

Quando faltarem 15min para completar o tempo, aqueça o forno a 200ºC (alto).

Asse o bombocado por uns 45min, até que esteja que esteja bem dourado, crescido e firme (ao enfiar um palito no centro, ele deverá sair limpo).

Retire do forno, deixe esfriar completamente, corte em quadrados e sirva.

4 Comentários

  1. 1

    Bom dia Helô, gostaria em primeiro lugar de a parabenizar pelo site, tenho todas as suas receitas. Gostaria de perguntar, qual o melhor substituto para o queijo de Minas curado na Europa? Por fim, gostaria que fizesse um poste, se possível sobre a mandioca crua. Ouvi dizer que poderia ser perigosa por causa do cianeto, como nunca utilizei, tenho medo.

  2. 2

    Querida Helô, seu site é um baú de tesouros! Parece um tapete mágico a levar os leitores para viagens incríveis. Viver fora do nosso país é um desafio imenso, e a saudade da comida brasileira bate muito forte. Morro de vontade de preparar um bom-bocado e achei a receita (e a foto!) incrível, mas tenho a mesma dúvida da Alexandra sobre a substituição do queijo curado. Sei que o ideal é usar o queijo Minas, mas você acha que algum outro queijo seria aceitável na sua receita? Um beijo enorme!

    • 3

      Jana, bom dia!
      Que mensagem gostosa de ler, obrigada pela carinho. Tenha certeza de que ela deixou o dia aqui Na Cozinha da Helô bem mais alegre.
      Preparar receitas brasileiras fora do Brasil exige sempre um tanto de jogo de cintura e de pesquisa pra encontrar ingredientes ou fazer adaptações.
      Quando a gente fez um trabalho grande na França sobre cozinha brasileira e preparou muitos bom-bocados foi preciso encontrar um queijo com textura semelhante e sabor intenso, mas nem suave demais, nem forte demais. O gruyère mais curado e bom de ralar foi a melhor escolha. Queijos holandeses também saborosos e bons de ralar também funcionam bem.
      Conte com a gente e diga depois como ficou e qual o queijo que você usou, pois a sua dica poderá ajudar outros seguidores.
      Abraços, Ana e Helô

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *