Adicionar à minha lista

Bolo de natal com frutas secas e cristalizadas

Ana Bacellar Bolo de natal com frutas secas e cristalizadas

Eu faço parte do time que adora um bom bolo de natal com frutas secas e cristalizadas. Sei que muitos detestam tanto uva-passa e frutas cristalizadas em geral, mas o que seria do verde se todos gostassem do amarelo? Pra vocês, do time “detesto bolo de natal com frutas secas e cristalizadas”, a gente tem aqui no site várias receitas que também fazem bonito nessa época do ano e são boas pra presentear (algumas ideias: Bolo amanteigado com baunilha, Bolo de mel muito fácil, Bolo perfumado de gengibre, Bolo de nozes e iogurte).

Mas voltando ao bolo de hoje. Receitas de bolo de Natal não faltam e muitas são deliciosas. Eu sou apaixonada pelo super português Bolo preto de Natal e pelo bolo inglês, que por ter frutas cristalizadas é sempre lembrado nesse tempo do ano.

Os bolos de Natal do mundo inglês costumam levar doses razoáveis de rum, conhaque ou whisky e uma quantidade tão gigante de frutas desidratadas e cristalizadas, além de nozes e amêndoas, que tem bem mais fruta do que massa e os bolos são tão pesados que podem levar umas 2h pra assar. Como esses bolos, depois de assados, ainda precisam descansar por vários dias e com regas constantes da bebida escolhida, eles costumam ser preparados com mais de mês de antecedência e só são considerados “prontos” depois desse tempo todo.

Há uns 16 anos, durante uma viagem muito linda e gostosa que a gente fez pela Inglaterra na época do Natal, a gente comeu muitos bolos de Natal e deu pra sentir que, como acontece com tudo nessa vida, há bolos deliciosos e sofríveis. Dos maravilhosos, eu me lembro de cada pedacinho de um bolo de Natal servido no chá da tarde no Castelo de Hexham e de um que fazia parte da mesa de café da manhã de um bed and breakfast num vilarejo de Costwolds.

Como, aqui no Brasil, a gente não tem essa tradição de preparar um bolo pro Natal com tanto tempo de antecedência e, mesmo com tantas frutas e tanta bebida, e o calor ainda desafia a conservação do bolo fora da geladeira, a solução é partir pra bolos de frutas pra consumo mais imediato.

Pesquisei muito e testei bastante até chegar à receita do bolo de natal com frutas secas e cristalizada que vai aqui, que é simples de preparar e pode ser consumida no próprio dia (e o bolo bem embalado fica perfeito por uns 3 dias).

Deixei de lado as versões que pediam pra embeber as frutas no álcool escolhidos por pelo menos 12 e até por 24 horas, pois queria uma receita que dispensasse preparações. Testei algumas que pediam só pra misturar as frutas e a massa, mas faltava alguma coisa. Comecei a gostar dos resultados quando passei a aquecer as frutas com a bebida e o açúcar, um jeito de dar sabor, textura e aroma às frutas em pouco tempo e, a partir desse método tradicional e fui acertar a receita até chegar à versão da Helô.

Na minha versão, aqueço as frutas todas com o açúcar mascavo, o mel, a bebida, o leite, a manteiga, as raspas de laranja e as especiarias e deixe ferver por uns 5min, só isso. Em seguida, deixo amornar por 10min, misturo a farinha, o fermento e os ovos, coloco na fôrma e pro forno. Como a massa vai ainda morna pro forno, o bolo leva uns 45min pra assar.

Como as frutas são a alma de um bolo de Natal, são elas que transformam um bolo básico num incrível e vice-versa. Nozes, amêndoas, uva-passa clara e uva-passa escura e damascos gostosos são fáceis de encontrar, mas as outras frutas precisam de atenção, principalmente as cristalizadas. Deixe de lado aquelas misturas básicas de frutas cristalizadas em cubinhos, que não têm gosto de quase nada. Use e abuse de ameixas e figos secos e cristalizados, de peras e laranjas cristalizadas, que dão muito sabor ao bolo, e só use cerejas se elas forem “de verdade”, já que a maioria tem cor e o gosto totalmente artificiais. Por isso tudo, na lista de ingredientes, decidi pedir 2 xícaras de frutas desidratadas e cristalizadas pra cada um usar as que mais gostar e encontrar.

O bolo não é grande, mas é o bastante pra matar a vontade de um bolo de frutas natalino. É perfeito pra presentear. A polvilhada de açúcar de confeiteiro na hora de servir deixa o bolo mais lindo.

Ingredientes

  • 2 xícaras de frutas desidratadas e cristalizadas a gosto (uns 300 g)
  • ½ xícara de nozes grosseiramente picadas (50 g)
  • ¼ de colher (chá) de bicarbonato de sódio
  • 1 colher (chá) de canela em pó
  • 1 colher (chá) de gengibre em pó
  • 3 pitadas de cravo em pó
  • 3 pitadas de pimenta da Jamaica
  • Raspas de 1 laranja
  • 2 colheres (sopa) de rum ou de cachaça
  • 1/2 xícara de açúcar mascavo (100 g)
  • 2/3 de xícara de leite (160 ml)
  • 50 g de manteiga
  • 1 ovo
  • 1 e ½ xícara de farinha de trigo (180 g)
  • 1 e ½ colher (chá) de fermento químico

Preparo

Aqueça o forno a 160ºC (médio-baixo).

Unte com manteiga e forre com papel manteiga uma forma de 20 cm pra bolo inglês.

Reserve.

Numa panela média, coloque as passas, o damasco picado, as frutas cristalizadas, as nozes, o bicarbonato, a canela, o gengibre, o cravo, a pimenta da Jamaica, as raspas da laranja, a bebida, o açúcar mascavo, o leite e a manteiga e aqueça.

Misture até dissolver e deixe ferver por uns 5min, até perfumar e a espuma se concentrar no centro, surgindo bolhas maiores ao redor.

Desligue o fogo, aguarde 5min.

Junte a farinha, o fermento, o ovo, misture bem e despeje na fôrma.

Asse o bolo por mais ou menos 45min (pode levar até 1h), até que o bolo esteja bem dourado, crescido, se soltando das laterais e firme (enfiando um palito no centro ele deverá sair limpo).

Retire o bolo do forno.

Deixe amornar por minutos e desenforme sobre o prato de servir.

Na hora de levar à mesa, polvilhe com açúcar de confeiteiro.

O bolo se conserva bem por uns 3 dias.

Se quiser presentear, embrulhe em papel manteiga, amarre com um barbante e pronto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *