Adicionar à minha lista

Bolo de abóbora com coco

Ana Bacellar bolo de abóbora com coco

Pra quem ama abóbora e coco, um bolo de abóbora com coco é realmente o sonho!

Eu, que adoro doce de abóbora com coco e sou louca por bolos acho o máximo comer uma fatia que tem sabor de doce, mas com textura de bolo e é puro Brasil.

Quando eu cismei com a receita, e eu cismei mesmo, fiz onze (!!!) versões nuns 3 dias, ninguém em casa aguentava mais, até chegar ao bolo que imaginava.

Algumas receitas diziam pra bater a abóbora no liquidificador com açúcar, ovo, óleo ou manteiga, leite ou leite de coco, juntar farinha e acrescentar o coco, mas achei os resultados muito sem emoção e aguados, parece que faltava tudo.

Aí parti pra outras que sugeriam usar doce de abóbora pronto, o que seria prático, mas os três que fiz dessa forma ficaram doces demais, mesmo considerando o açúcar o doce seria o único da receita. Cheguei a algumas receitas que pediam uma quantidade de farinha aparentemente pequena e também não gostei, achei que elas davam bolos com jeito de pudim.

Enfim, tendo convicção de que só mesmo a abóbora cozida, com o sabor e a textura bem concentrados, o bolo teria gosto de abóbora, e sabendo que doce pronto não funcionava, concluí que a saída seria cozinhar a abóbora até conseguir um doce cremoso, mas não tão doce.

Esse doce inicial é muito fácil de fazer, só colocar a abóbora com o açúcar e o coco numa panela média e cozinhar por uns 40min, até a abóbora se desmanchar numa pasta brilhante e o líquido secar, e só precisa mexer de vez em quando. Então, basta transferir esse doce pra uma tigela, juntar a manteiga, que com o calor já vai derretendo, e esperar amornar por uns 30min. Ao doce morno, só acrescentar as gemas, a farinha, o fermento e as claras em neve, despejar na fôrma e assar.

Pra facilitar a vida, compre abóbora pra doce já descascada e cortada em cubos, todos os mercados e feiras vendem bandejas assim.

Bora assar um bolo de abóbora com coco?

Ingredientes

  • 500 g de abóbora madura descascada e em cubos de uns 2 cm
  • 1 e ½ xícara (chá) de açúcar (225 g)
  • 1 xícara (chá) de coco fresco ralado (100 g)
  • 1 pedaço de canela em pau
  • 2 cravos
  • 50 g de manteiga em cubos médios
  • 2 xícaras (chá) de farinha de trigo (240 g)
  • 1 colher (sopa) de fermento químico
  • 4 ovos
  • Manteiga pra untar
  • Farinha de trigo pra polvilhar
  • Açúcar de confeiteiro pra polvilhar

Preparo

Numa panela média, aqueça a abóbora com o açúcar, o coco, a canela e o cravo. Mexa só até dissolver e, misturando só de vez em quando, cozinhe em fogo baixo por uns 40min, até a abóbora esteja brilhante e muito macia.

Retire do fogo, junte a manteiga ao doce quente, descarte a canela e o cravo e deixe amornar por uns 40min.

Aqueça o forno a 180ºC (médio-alto).

Unte com manteiga e polvilhe com farinha uma fôrma média pra pudim.

Junte a farinha, o fermento e as gemas ao doce.

Bata as claras em neve até obter picos firmes. Com delicadeza, incorpore as claras à massa.

Despeje na fôrma e asse o bolo por uns 40min, até que esteja crescido, firme e dourado (enfiando um palito no centro, ele deverá sair limpo).

Retire do forno, deixe amornar por uns 30min e desenforme sobre um prato raso.

Na hora de servir, polvilhe com açúcar de confeiteiro.

12 Comentários

  1. 1

    Nossa vc é incrível! !!Vou fazer concerteza esse bolo que lembra fazenda ;quando morava na infância Onde meus pais trabalhavam! ! Um dia ainda vou a SP e quero lhe conhecer! ! Parabéns por ser tão intensa em tudo que faz !!

  2. 3

    Olá! Quero fazer o bolo mas tenho uma dúvida, onde entra o leite de cocô que você citou na introdução? Você disse que colocaria as gemas e o leite de cocô mas depois ele some da receita. Obrigada .

  3. 7
  4. 9
  5. 11
    • 12

      Tábita, bom dia!
      A gente usou abóbora de pescoço, mas dependendo da região pode se chamar menina. Com abóbora moranga também dá certo.
      Nessa receita não entrou leite de coco, como acontece em outras receitas por aí. O coco vem só como coco ralado.
      Conte sempre com a gente.
      Abraços, Ana e Helô

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *