Adicionar à minha lista

Bisteca de porco com toque oriental

Ana Bacellar Bisteca de porco com toque oriental

A bisteca de porco com toque oriental é deliciosa, dá aquele ar chiquezinho à mesa do dia a dia, mas também é perfeita pra receber.

Quase sempre, quando se pensa numa bisteca de porco, todo mundo tempera do jeito de sempre, quer dizer, com limão, sal, pimenta, alho, no máximo juntando um pouco de vinho branco. Desse jeito tradicional, ela vai muito bem com arroz de todo dia, feijão de todo dia, farofa de 5min e eu adoro. Só que há outras maneiras também deliciosas de preparar a bisteca e a receita de hoje é uma delas, com toques orientais e contrastes de sabores.

A marinada – que é o tempero da receita – leva vários ingredientes, como acontece em muitas receitas orientais, e um pouquinho disso e daquilo, mas é a mistura que faz tudo acontecer. Esses ingredientes, hoje encontrados em vários supermercados e, também, em lojas na internet, duram meses na geladeira, vale comprar e usar aos poucos. O shoyu, o óleo de gergelim e o saquê mirin são simples de achar e todo mundo conhece; o molho de ostra parece um ketchup de consistência e faz toda a diferença no prato, também é fácil de encontrar.

Limão, alho, gengibre, pimenta vermelha dedo-de-moça (pode ser biquinho se não gostar de pimentas picantes), açúcar mascavo completam a etapa “tempero”. Na hora de finalizar, vem a polvilhada de gergelim torrado, que dá sabor e uma leve textura crocante, e o coentro, que dá frescor, aroma e deixa tudo mais gostoso, mas quem não é fã de coentro pode usar salsinha e hortelã.

Pra bisteca de porco com toque oriental ficar bem saborosa, nada como deixar marinando na geladeira por umas 4h (mas dá pra deixar nesse tempero por até 12h). Depois disso, basta dourar as bistecas numa frigideira, um processo que leva, no máximo 30min, finalizar com o gergelim e o coentro. Ela vai bem com arroz branco de todo dia e com salada de folhas temperada com um dos nossos molhos de salada.

Ingredientes

  • 8 bistecas suínas de aproximadamente 150 g cada (1,2 kg)
  • 2 colheres (sopa) de saquê mirin (licoroso)
  • 4 colheres (sopa) de molho de ostra
  • 2 colheres (sopa) de shoyu
  • Suco de 1 limão
  • 1 pimenta vermelha dedo-de-moça sem sementes e filamentos (ou a gosto)
  • 2 dentes de alho
  • 2 cm de gengibre ralado
  • 2 colheres (sopa) de óleo de gergelim
  • ¼ de xícara de açúcar mascavo
  • 2 colheres (sopa) de gergelim torrado
  • 4 colheres (sopa) de folhas de coentro
  • Óleo vegetal

Preparo

Coloque as bistecas numa tigela e reserve.

Bata num processador pequeno ou no liquidificador o saquê, o molho de ostra, o shoyo, o limão, a pimenta, o alho, o gengibre, o óleo de gergelim e o açúcar mascavo até obter uma pasta.

Coloque a pasta na tigela das bistecas, misture pra deixar todas elas bem besuntadas, cubra e leve à geladeira pra marinar por pelo menos 4 e até por 12h. Com menos tempo a bisteca não fica tão saborosa e com mais de 12h o tempero fica muito forte.

Meia hora antes de servir, regue o fundo de uma frigideira grande (ou use 2 médias pra fazer ao mesmo tempo) com uns fios de óleo.

Coloque as bistecas na frigideira numa só camada e deixe dourar por uns 5min de um lado, vire e doure por mais uns 5min do outro lado.

Desvire, junte mais ou menos ½ xícara de água e deixe em fogo médio por mais uns 10min, até que estejam macias.

Transfira as bistecas pra um prato, polvilhe com o gergelim e espalhe por cima as folhas de coentro.

Sirva com arroz branco de todo dia, brócolis cozidos e regados comum fio de óleo de gergelim e salada de folhas com um dos nossos molhos de salada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *