Adicionar à minha lista

Biscoito crocante de polvilho

Feito com:
Ana Bacellar

Quem já mordeu um biscoito de polvilho sabe o que é comer biscoitos bem leves e ultracrocantes, que fazem até barulhinho quando se quebram, depois dão uma ligeira grudadinha na boca e acabam se desmanchando. Acho que nunca me esquecerei de uns chefs franceses tentando entender o biscoito que tanto amaram.

São salgadinhos, saborosos e dificilmente duram muito, pois é impossível comer um só. Vão bem na hora do lanche ou acompanhando uma cerveja ou aperitivo, no campo, na cidade ou à beira-mar (nas praias do Rio de Janeiro, durante todo o dia há vendedores de biscoito de polvilho andando pela areia). Quem nunca comeu quase um saco inteiro durante uma viagem de carro?

Importantíssimo: a receita só dá certo com polvilho azedo.

Ingredientes

  • 2 xícaras (chá) de água (500 ml)
  • ½ xícara (chá) de óleo vegetal (120 ml)
  • 2 colheres (chá) de sal
  • 2 xícaras (chá) de polvilho azedo (290 g)
  • 1 ovo grande

Preparo

Numa panela média, aqueça 1 xícara de água, o óleo e o sal.

Coloque o polvilho na tigela grande da batedeira e reserve.

Misture a água restante com o ovo em outra tigela e reserve.

Quando o líquido ferver, despeje-o sobre o polvilho, misture com uma espátula até umedecer por igual e, aos poucos, pois tudo ainda estará quente, amasse com as mãos até conseguir uma massa lisa, homogênea e que se descole das mãos.

Comece então a bater com a batedeira, junte ⅓ da mistura de água e ovo e deixe incorporar.

Acrescente mais ⅓ da mistura e continue batendo até incorporar de novo.

Adicione o restante do líquido e bata por alguns minutos, até conseguir uma massa bem lisa e cremosa.

Aqueça o forno a 180°C (médio-alto) e separe umas 3 assadeiras grandes (não é preciso untar). Com um saco de confeitar, faça uns 120 montinhos pequenos nas assadeiras, do tamanho de uma bolinha de gude, e deixando um bom espaço entre eles, pois os biscoitos crescem bastante.

Asse os biscoitos por uns 40min, até que estejam crescidos e muito secos, mas ainda clarinhos, apenas ligeiramente amarelados (é importantíssimo que eles assem devagar, só assim eles secam por dentro e por fora).

Retire do forno, solte os biscoitos das assadeiras, deixe esfriar completamente (eles estalam bastante quando saem do forno) e guarde num pote bem fechado por até 3 dias.

Deixe uma resposta

O seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *