Adicionar à minha lista

Biscoitinhos decorados

Ana Bacellar

Lindinhos, gostosos, perfeitos pra preparar com as crianças e também pra presentear. Tudo a ver com a Páscoa!

Adoro biscoitinhos e outros crocantes, mas sempre tive um pé atrás com as tais bolachas decoradas, pois, além dos excessos do açúcar do glacê, as cores vivas dos corantes artificiais acabavam me passando a sensação de comer pura tinta. De outro lado, percebia os olhos das crianças brilhando quando viam um biscoito decorado bonito.

Fui resistindo aos tais biscoitos por anos a fio, até que, há uns dois anos, folheando uma revista americana, li uma matéria sobre como colorir receitas com corantes naturais e comecei a pensar no assunto. Na verdade, os corantes naturais eram muito simples, nada mais que frutas ou verduras de cores intensas reduzidos pra concentrar as cores e peneirados.

Com a correria da vida, fui deixando os testes pra “semana que vem”, até que, há uns dias, sonhei com coloridos lindos e, pensando nas crianças e na Páscoa, resolvi brincar com os corantes naturais.

Eu me diverti com os corantes, testei alguns que ficaram ótimos, outros nem tanto, e pra tingir o glacê branco, preparado só com açúcar de confeiteiro e suco de limão (deixei de lado o leite porque os corantes naturais são mais molhados). Depois de experimentar bastante, escolhi o vermelho do morango, que vira rosado, o amarelo da manga, o lilás do mirtilo e o verde da salsinha. Gostei dos resultados justamente porque, além de saber que era tudo natural, as cores reais dos vegetais misturadas ao glacê ficaram com tons esmaecidos lindos e verdadeiros.

Pra decorar, coloquei cada um dos 4 glacês num saquinho plástico firme e pequeno (os de congelamento não funcionam, são muito frágeis e arrebentam com a pressão) cortei uma pontinha bem pequena na ponta de cada saquinho e parti pra decoração dos biscoitos.

Quanto aos biscoitos, fiz uma receita básica de biscoitos açucarados amanteigados, que só leva farinha, açúcar e manteiga, e fica saborosa e crocante, assei até ficarem com as bordas levemente douradas e deixe esfriar bem antes de decorar. E, pensando nas crianças e na Páscoa, cortei metade da massa com 2 cortadores de coelho diferentes, um coelho de lado e um com carinha do coelho) e cortei a outra metade com um mini cortador de formato oval pra conseguir mini-ovinhos.

Como pensei nos biscoitos como uma atividade pra fazer com as crianças durante o feriado da Semana Santa e, também, pra quem nunca familiaridade com sacos de confeitar ou habilidades especiais pra desenhar, decidi decorar os biscoitos da maneira mais fácil do mundo e usando apenas uma cor por biscoito. Pra espalhar o glacê, segui a orientação dos especialistas no assunto: comecei pelo contorno pra demarcar a área a ser preenchida, depois preenchi o miolo.

O importante é deixar os biscoitos bem quietos, sem mexer mesmo, descansando em temperatura ambiente por umas 12h, pois só com esse tempo o glacê firma e seca bem (se o tempo estiver muito úmido, pode ser que a secagem leve ainda uma hora a mais). Por tudo isso, melhor preparar os biscoitos com uns 2 dias de antecedência.

Quanto a esse tempo de duração do biscoito, concluí que os biscoitos decorados com glacê colorido com pastas artificiais ficam mais secos e duram mais, pois basta 1 pontinha de colher (chá) de corante pra tingir tudo. Já os corantes naturais, que são bem menos potentes, precisam de uma quantidade maior pra tingir e, assim, deixam o glacê mais úmido (os mais líquidos, como o de salsinha, ainda precisam de mais um pouco de açúcar de confeiteiro pra dar ponto). O que importa é que, ainda que não crocantíssimo, o biscoito continua bem gostoso por uns 5 dias num pote bem fechado e, por ser natural, já tem um apelo que vale muito.

Quanto ao rendimento, confesso que é bem difícil estimar em unidades, pois a quantidade depende do tamanho dos biscoitinhos e do cortador utilizado. Pela foto, dá pra ver que usei 2 tamanhos, 2 médios e 1 bem pequeno. Se usar toda a massa com os médios, dá pra preparar uns 80 biscoitos e com os pequenos dá pra fazer uns 130. O que importa é que, no total, dá pra montar uns 12 saquinhos de biscoitos pra presentear.

As receitas dos corantes naturais estão no site. Se preferir, use corantes artificiais em pasta.

Ingredientes

Biscoito

  • 3 e ⅓ xícaras (chá) de farinha de trigo (400 g)
  • 1 xícara (chá) de açúcar (150 g)
  • 250 g de manteiga em temperatura ambiente
  • 1 colher (chá) de essência de baunilha (essências incríveis) ou 1 colher (chá) de canela em pó
  • Farinha de trigo pra polvilhar

Glacê

  • 4 xícaras (chá) de açúcar de confeiteiro (aproximadamente)
  • 3 colheres (sopa) de suco de limão
  • 4 colheres (sopa) de corantes naturais (usei 1 colher de sopa de cada uma das seguintes cores: lilás de mirtilo, rosa de morango, amarelo de manga e verde de salsinha)

Preparo

Biscoitos – Numa tigela grande, misture a farinha, o açúcar, a manteiga e a baunilha e trabalhe até conseguir uma massa lisa que se descole das mãos (se for preciso, acrescente umas 2 ou 3 colheres de sopa de água fria ou mais um pouquinho de farinha).

Embrulhe em filme plástico e leve à geladeira por 30 min.

Polvilhe uma superfície com farinha e abra a massa com um rolo até ficar com uns 2 mm de espessura, como casca de banana. Corte a massa com o cortador que desejar.

Espalhe os biscoitos em mais ou menos 2 assadeiras grandes sem untar e mantendo 1 cm de espaço livre entre eles. Leve as assadeiras ao freezer por uns 15min, enquanto o forno aquece a 180°C (médio-alto).

Asse os biscoitos por 12 a 15min, até que estejam firmes e ligeiramente dourados nas bordas (eles ficam mais crocantes quando saem do forno).

Solte os biscoitos da assadeira e deixe esfriar.

Glacê – Pro glacê branco de base, coloque o açúcar de confeiteiro numa tigela grande, junte o suco de limão e misture com uma espátula até obter uma pasta branca e lisa.

Divida o glacê em 4 partes e coloque cada uma delas numa tigela pequena e tinja cada parte com um dos corantes (mais ou menos 1 colher (sopa) de corante). Se necessário, quer dizer, se o glacê estiver mole demais, junte mais um pouco de açúcar de confeiteiro (o ponto certo: passando uma espátula que raspe o fundo da tigela, o glacê leva uns segundos pra voltar).

Coloque cada um dos glacês num saco de confeitar descartável ou num saquinho plástico bem firme (os de congelamento não funcionam, pois com uma pressão suave eles rompem). Corte uma pontinha bem pequena na ponta de cada saquinho e decore como quiser.

Vale a seguinte dica: trace primeiro uma linha de glacê na borda e depois preencha o centro de cada biscoito. Mantenha os biscoitos descobertos e em temperatura ambiente por umas 12h, até o glacê firmar e secar.

Guarde os biscoitos já decorados num pote com tampa por até 1 semana ou separe os biscoitos em 12 partes, coloque cada uma delas num saquinho de celofane, amarre com um barbante ou fitilho pra presentear.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *