Adicionar à minha lista

Batatinhas aperitivo

Ana Bacellar

Pelo Brasil, botecos e mais botecos têm vidros cheios de batatinhas em conserva para acompanhar cerveja gelada ou cachaça. Restaurantes aos montes servem uma meia dúzia delas como aperitivo e, pelo menos no interior, não há festa ou casamento sem as tais batatinhas temperadas com molho vinagrete.

A receita, que sempre agrada, não poderia ser mais simples: só leva ingredientes comuns, rende bastante e é fácil de preparar, pois basta cozinhar as batatas, temperar e deixar tudo descansar por, pelo menos, 6h pra mesclar os sabores, mas com um repouso de 24h elas ficam mais gostosas. Esse descanso ainda deixa a receita mais prática e perfeita pra quando se quer receber sem ter muito trabalho no dia da festa. As batatinhas, como são novas e de casca muito fina, não devem ser descascadas, ou seja, vão pra panela e pra o prato com casca e tudo.

Quando tinha uns 15 anos, resolvi ajudar a preparar um bolo e outros quitutes pra festa de um casamento da filha de um vizinho da fazenda, e eu me lembro de entrar na cozinha e encontrar uma senhora com boa vontade, mas que não sabia cozinhar, tentando descascar um saco de uns 20kg de batatinha e a mãe da noiva chegando, levando um susto e explicando que não precisava e a outra feliz da vida.

No Lá da Venda, as batatinhas fazem sucesso e, em casa, quando recebo mais gente, sempre preparo uma tigela com uns 3 ou 4 kg, já que não é fácil encontrar um aperitivo mais simples e gastando pouquíssimo.

Pra conseguir um cozimento uniforme, tente comprar batatinhas que tenham tamanhos e formatos parecidos e, pra deixar a conserva saborosa e irresistível, é fundamental escorrer a água do cozimento assim que estiverem macias. Mas ainda firmes, passar pra uma tigela e misturar os temperos imediatamente, com as batatas ainda quentíssimas.

Quase todas as receitas que encontrei pedem exatamente os mesmos ingredientes, nada além de cebola, sal, salsinha, cebolinha, vinagre de vinho branco e óleo vegetal, às vezes cubinhos de pimentão vermelho e tomate. A conserva fica muito boa com esses ingredientes, mas pra deixar as batatas ainda mais deliciosas e com sabor mais suave, eu apenas substitui o vinagre por vinho branco, troquei o óleo por azeite de oliva e acrescentei um tiquinho de mostarda, que pode ser comum ou Dijon. Pique bem a cebola e as ervas, pois quanto menores os pedacinhos, mais delicada ficará a conserva. Pra cozinha!!

Ingredientes

  • 1 kg de batatinhas bolinha, lavadas e com casca
  • ½ xícara (chá) de vinho branco (120 ml)
  • 1 colher (sopa) de mostarda Dijon (15 g)
  • 1 cebola em cubinhos miúdos (120 g)
  • ½ xícara (chá) de azeite de oliva (aproximadamente)
  • ¼ de xícara (chá) de salsinha e cebolinha picadinhas (12 g)
  • Sal
  • Pimenta-do-reino

Preparo

Coloque as batatinhas em uma panela, cubra com água e aqueça.

Abaixe o fogo quando ferver e cozinhe por 20min, até que as batatas estejam macias, mas ainda firmes.

Enquanto isso, em uma tigela que acomode bem as batatas, misture o vinho, a mostarda, a cebola, o azeite, sal, pimenta e reserve.

Escorra as batatinhas ainda bem quentes, coloque na tigela do molho e misture bem.

Quando estiverem frias, acerte o sal e junte as ervas.

Deixe na geladeira por, pelo menos, 6h antes de servir.

Elas se conservam bem por uns 3 dias num pote fechado na geladeira.

Deixe uma resposta

O seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *