Adicionar à minha lista

Bacalhau à brás brasileirinho

Ana Bacellar

Dizem que um Brás, dono de um restaurante no Bairro Alto de Lisboa, começou a servir o bacalhau desfiado com ovos mexidos e batata palha frita no azeite, e a receita caiu no gosto lisboeta.

A receita é simples, sempre agrada e ainda dá a vantagem de pedir o bacalhau em lascas pequenas, que tem sempre um preço bem acessível, ainda mais considerando que rende bastante.

A receita também é uma boa maneira pra usar sobras do peixe.

Acho até engraçado gostar tanto de bacalhau à brás, já que não sou muito fã de ovos mexidos, mas adoro essa receita cheia de texturas, que mescla a consistência deliciosa do pescado, o crocante da batata (aqui mandioquinha), a maciez da cebola e da azeitona e a cremosidade dos ovos.

A receita aconteceu quando resolvi fazer um “à brás”. Preparei tudo, mas vi que estava sem batata, mas tinha mandioquinha na geladeira. E ficou brasileirinha, porque a mandioquinha tem tudo a ver com a nossa mesa.

Quando tenho lascas bem limpas de bacalhau, não afervento em água, refogo direto no azeite com os temperos. Só afervento quando uso pedaços muito colados às espinhas e que não se soltam com facilidade.

Dá pra fritar a mandioquinha com até 24h de antecedência e guardar num pote fechado.

Como, por aqui, a gente não tem o costume de fritar no azeite, tanto por sabor, quanto por custo, optei por fritar a mandioquinha no óleo e usei o azeite no refogado.

Tendo o bacalhau já dessalgado, a receita fica pronta em pouco tempo.

Também já adiantei a vida deixando o bacalhau refogado no azeite com a cebola e o alho e, na hora de servir, aqueci, juntei os ovos, as azeitonas, a mandioquinha e a salsinha.

Ingredientes

  • 600 g de mandioquinha (ou batata)
  • 1 cebola grande em fatias finas (180 g)
  • 2 dentes de alho picadinhos
  • 800 g de bacalhau em lascas, bem limpo, sem pele e sem espinhas, dessalgado por 12 a 24h (ou 4 xícaras de chá de sobras de bacalhau cozido ou assado já desfiado)
  • 8 ovos ligeiramente batidos
  • 6 colheres (sopa) de salsinha bem picadinha (6 ramos)
  • ½ xícara (chá) de azeitonas verdes em lascas (60 g)
  • 900 ml de óleo vegetal para fritar
  • Azeite de oliva
  • Sal
  • Pimenta-do-reino

Preparo

Descasque e rale a mandioquinha num ralador grosso, como palha, lave e seque muito bem com um pano limpo.

Aqueça o óleo numa frigideira grande e, banhando com uma escumadeira, frite a mandioquinha até que esteja dourada e crocante, escorra e seque sobre papel absorvente.

Se quiser, guarde num pote fechado por até 24h.

Regue o fundo de uma panela grande com um fio de azeite, doure a cebola e junte o alho.

Quando perfumar, acrescente o bacalhau e mexa até que as lascas cozinhem e mudem de cor (se quiser, prepare até aqui na véspera e guarde na geladeira, mas deixe para finalizar uns minutinhos antes de servir).

Junte os ovos e, misturando com cuidado para evitar despedaçar as lascas do peixe, deixe no fogo por mais ou menos 1min, apenas até o ovo começar a firmar.

Ajuste o sal e a pimenta, regue com mais azeite, misture a salsinha, a azeitona, a mandioquinha e sirva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *