Pé de moça

Já falei de Piranguinho, a cidade mineira que, de uns 80 anos pra cá, virou a capital do “pé-de-moleque”. As barracas que se espalham pela cidade, conhecidas pela cor – barraca amarela, barraca branca, barraca laranja e outras mais – vendem dois doces bem doces, mas que valem da primeira à última mordida: o pé-de-moleque…

Pé-de-moleque piranguinho

Tem pé-de-moleque pra todo mundo: o crocante puro caramelo de açúcar ou rapadura envolvendo amendoins inteiros torrados; o firme, mas não tão duro, com amendoins inteiros torrados no meio do caramelo aveludado pelo leite condensado amendoim, também inteiro e torrado; e o que lembra paçoca, puro amendoim torrado e moído engrossado com rapadura, mas é…

Limonada da vovó

Poucas coisas refrescam tanto como limonada geladinha. Mas tem que ser sempre gelada sempre? Por incrível que pareça, há quem ache que morna ela refresca ainda mais, embora eu tenha minhas dúvidas. Tomei um copo de limonada morna quando voltei de um passeio sob sol escaldante no deserto, visitando o vale dos reis em Luxor,…

Friozinho, araucárias e pinhões

Em julho de 2014, depois da overdose de copa do mundo, sumi com marido e filhas pelo sul do Brasil. Queria uma viagem leve, tranquila, pra descansar mesmo, viajando de carro, parando dois ou três dias em lugares charmosos e descontraídos e, principalmente, com a natureza exuberante ao redor. Foi exatamente isso que aconteceu. O…